• 1 de julho de 2022 22:57

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Vila Velutti Junina

A partir de março, retornos e exames serão marcados no dia da consulta

Advertisement

A partir de março, retornos e exames serão marcados no dia da consulta

Novo fluxo agiliza atendimento e acaba com filas para agendamentos

A partir de 1º de março, a marcação de consultas de retorno e exames ficará mais fácil. O Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) criou um novo fluxo para esses agendamentos, que passarão a ser no mesmo dia em que o paciente vier ao hospital para a consulta. Assim que o atendimento terminar, basta procurar a recepção do ambulatório, apresentar o pedido médico e marcar a data do retorno e dos exames, se solicitados.

Com a mudança, a expectativa é acabar com as filas para a marcação de retornos. Atualmente, existem datas específicas para esses agendamentos e um grande número de pacientes comparecem ao hospital nos mesmos dias e horários, gerando filas e fazendo com que o paciente tenha que comparecer uma vez mais ao HUB.

Outra novidade é que os exames serão informatizados. Com isso, os resultados ficarão disponíveis para acesso dos médicos e profissionais de saúde, sem que o paciente precise se deslocar ao HUB para a retirada.

Parceria
O HUB, hospital de média e alta complexidade, é um ponto de atendimento especializado da Rede de Atenção à Saúde do Distrito Federal, onde o paciente vem, encaminhado pela Atenção Primária, para resolver problemas específicos de saúde. São mais de 40 especialidades e subespecialidades médicas e uma média de 850 consultas por dia.

Depois de ter as necessidades atendidas e o projeto terapêutico definido, o paciente deve retornar à unidade básica para que o médico da Atenção Primária realize o acompanhamento periódico. O fluxo foi oficializado com a assinatura do novo contrato entre o HUB e a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), em janeiro de 2017.

De acordo com a chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Micheline Meiners, as novas regras para marcação de retornos ajudam a reforçar a cultura da referência e contra referência. “O HUB está em capacidade máxima de atendimento. Com a contra referência, é possível liberar mais vagas e garantir maior acesso à população em atendimento especializado”, explica Micheline.

Fonte: Assessoria de Comunicação do HUB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.