• 27 de junho de 2022 17:57

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Vila Velutti Junina
Advertisement

A ARTE DE TONY LIMA

A força do universo feminino no olhar e pinceis do artista plástico autodidata colore a galeria de arte da Casa Thomas Jefferson

A arte parece desenhar o destino de seus protagonistas. Foi o que ocorreu com o artista plástico Tony Lima. A vontade de desenhar e pintar nasceu com ele no Piauí, mas a necessidade o fez desembarcar em Brasília, em 1980, para trabalhar como garçom. E foi assim até não conseguir mais conciliar o talento com o ganha pão. A arte falou mais alto e há 35 anos Tony serve poesia em forma de pintura. Na exposição Pinturas de Tony Lima, o público terá acesso a 20 obras. No acervo, as peças – óleo sobre tela – revelam em formas e cores a vastidão e a força do universo feminino. A mostra está aberta à visitação entre 14 de março e 14 ade abril, na Galeria da Casa Thomas Jefferson – SEP Sul 706/906.

 

Autodidata, Tony recorda que, desde a infância, esboçava desenhos a lápis. Mas foi somente em Brasília que teve contato com as telas e pinceis. Dedicado, curioso e persistente, aos poucos passou a lançar mão de tinta com óleo de linhaça e nunca mais parou de pintar. As obras desse candango são inspiradas pela observação de cenas cotidianas e imagens que surgem em sonhos. “Gosto de retratar as figuras femininas. Estudo grandes artistas, mas Amedeo Modigliani é, sem dúvida, uma grande inspiração. Assim como o artista e escultor italiano, rostos e pescoços femininos alongados são a marca de muitas obras que venho pintando”, detalha.

 

Na coleção em cartaz na Galeria da Casa Thomas Jefferson, Tony evidencia perfis femininos intrigantes e

misteriosos, destacando-se rostos longilíneos e angulosos. O artista revela que utiliza recursos de movimentos de vanguarda, como o cubismo e o expressionismo, com tons fortes e escuros. “O traço de Tony é inconfundível. Ele tem o dom de captar o que há de mais raro, os aspectos sutis, marcantes e refinados da poética de uma obra de arte”, pondera Luiz Carlos Costa, produtor sociocultural da Casa Thomas Jefferson.

Tony fez cursos com os artistas Anselmo Rodrigues e Luiz Lobão. Atualmente, trabalha em seu próprio ateliê e coleciona mostras coletivas e exposições individuais, sendo laureado em certames de arte.

“Entendo que a arte tem um poder avassalador. Ela emerge do artista mesmo com todas as suas limitações. Sou a prova disso”, observa.

PROGRAME-SE

Exposição Pinturas de Tony Lima

Quando: 14 de março e 14 de abril

Segunda a sexta, 9h – 21h | Sábados, 8h – 12h

Local: Galeria da Casa Thomas Jefferson – 706/906 Sul

Entrada livre e gratuita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.