• 15 de agosto de 2022 02:59

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Cappuccino

Caso Marielle, pela deputada Celina Leão

Advertisement

Caso Marielle, pela deputada Celina Leão

Mais uma vez, quero chamar a atenção para uma reflexão sobre a morte da vereadora Marielle, no Rio de Janeiro.

Independente das convicções, ideologias políticas e posicionamentos, o momento é de reflexão. É inadmissível que um parlamentar seja executado por causa de suas ideias. Nenhum legislador deve achar isso normal e nem aceitar esse tipo de coisa como algo natural.

É tão grave o que houve, que se não bastasse a dor da perda, da família, ainda foram massacrados por ataques irresponsáveis e mentirosos à honra da vereadora. Proliferaram notícias falsas. As ”fake news” foram usadas para atacar a vida pessoal e a história da vereadora. E o mais absurdo, como se qualquer um dos ataques fosse motivo para justificar uma execução brutal, como se houvesse justificativas para essa morte, que vitimou também o motorista da vereadora, Anderson Gomes, um trabalhador, um pai de família.

Imaginem se todo parlamentar que enfrenta o sistema fosse calado? Eu mesma, como deputada distrital, já denunciei vários crimes, lutei contra grupos econômicos perigosos, já sofri ameaças de morte várias vezes. Não podemos aceitar esse crime como algo natural.

O mais absurdo é que diante de uma tragédia que devastou uma família e comoveu todo o País, ela ainda teve sua honra e imagem atacadas com propagações de mentiras.

A coragem não é masculina, as mulheres têm coragem, sim! A vereadora Marielle foi calada, mas muitas outras mulheres, como eu, por exemplo, ainda falaremos por ela.

Até o momento, nenhuma resposta a esse crime brutal foi dada às famílias das vítimas e nem para a sociedade. As investigações ainda não apontaram uma solução. Nenhuma explicação foi dada para este crime tão grave.

Essa tragédia, que vitimou tantas vidas, precisa ser esclarecida com rigor para que nenhum dos envolvidos nestes assassinatos fiquem impunes. Os autores desse crime covarde e brutal precisam ser punidos.

Deputada Distrital Celina Leão (PP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.