• 1 de julho de 2022 23:56

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Vila Velutti Junina

Banda O Tarot lança neste mês clipe e o primeiro álbum inédito

Advertisement

Banda O Tarot lança neste mês clipe e o primeiro álbum inédito

Um dos integrantes da banda conversou com a 61Brasília sobre as novidades do anos 2018 e muito mais

Por Lorena Braga

A banda O Tarot foi criada por Caio Chaim (voz, teclado e letras); Lucas Gemelli (acordeon, guitarra, bandolim e letras); Vinicius Pires (guitarra); Victor Neves (baixo) e Tavares (bateria e percussões) em 2014 aqui na Capital Federal.

Eles não gostam de se definirem com um estilo único, por isso, se consideram nômade, ou seja, a banda transita por diversas expressões culturais buscando traduzi-las musicalmente. As letras são escritas por Caio Chaim e Lucas Gemelli, assim se torna a matéria-prima para o desenvolver das músicas. A banda é uma obra prima de Brasília que trás em suas músicas uma unidade dentro do ambiente sinestésico da trupe.

O Tarot por Artur Dias

No ano passado a banda lançou o videoclipe da música “Meridiana”, que graças à uma coreografia de atração e repulsão ganhou destaque entre os fãs de dança contemporânea.  Assista: https://youtu.be/L3Zchdvc53A

Ainda no ano de 2017, estiveram no lineup dos festivais Porão do Rock e Festival de Cinema BB DTVM, dois dos principais eventos culturais de Brasília. Este mês eles estarão presente no festival Móveis Convida.

Confira a baixo a entrevista que fizemos com o Lucas Gemelli (acordeon, guitarra, bandolim e letras) d’O Tarot

Por Artur Dias

Como estar a expectativa da banda para o lançamento do primeiro disco?
Lucas Gemelli: Acima de expectativas, estamos com uma ótima sensação de dever cumprido! Foi um longo período de composição, de entrega e trabalho constantes. Todos da equipe d’O Tarot, que hoje conta com aproximadamente 20 pessoas, trabalharam duro, cada um na sua área, pra que esse álbum acontecesse. Então, respondendo: a expectativa tá grande! Corações em paz, emoções a mil!

O que esse disco traz de músicas inéditas da banda? 
Lucas Gemelli: Esse novo álbum vem com 12 faixas, todas inéditas! Todas são lado A, sabe?  Durante esse processo de composição acabamos descartando algumas outras canções que não participavam tão bem desse universo que tentamos construir nesse álbum. Por fim, todas que entraram vêm com letra maiúscula, sem nenhuma que entrou só pra completar o time. Vai ser um prazer tocar nos shows cada uma dessas doze! Nessas músicas chegamos em um lugar que mistura com muita harmonia a música pop com vários temperos diferentes. Então quem ouvir o álbum vai encontrar refrões fortes, pra todo mundo cantar junto, assim como influências da musica árabe, celta, nordestina, sulista, por exemplo.
A banda tem um estilo diferente, conhecido como estilo musical nômade. Como vocês explicam esse estilo para quem nuca ouviu falar? 
Lucas Gemelli:
A música nômade é o deslimite do estilo. Nunca foi pretensão d’O Tarot levantar nenhum tipo de bandeira como rock, indie, pop, etc, nenhum tipo de rótulo. Nós somos porta vozes da nossa música, e só. A música nômade é se dar o direito de transitar livremente entre vários lugares, vários estilos, e incorporar cada pedacinho dessa caminhada. A letra vai guiando os caminhos da música.

 

Por ser um estilo diferente, acreditam que seja o grande atrativo da banda? 
Lucas Gemelli: É difícil responder essa pergunta, mas acreditamos que esse mistério, esse ineditismo, no sentido de nunca saber como vai ser a próxima música do setlist, ou qual será o próximo porto que o barco vai atracar é um grande atrativo pros ouvintes curiosos e atentos. Ouvir O Tarot é um convite aos sentidos, é “ver de ouvir”.

Por Artur Dias

Qual a relação da banda com a capital federal? 
Lucas Gemelli: Ser de Brasília, fazer parte da geração musical atual de Brasília, é um grande orgulho que nós temos. Apesar das dificuldades pra encontrar casas de show que tenham uma boa estrutura e uma relação mais profissional, hoje a cidade vive um momento muito fértil artisticamente. É só procurar por cinco minutos na internet que você já encontra várias bandas boas, com trabalhos sérios, bem produzidos, vindo com tudo! Nós acreditamos muito que muito em breve Brasília vai voltar a ser vista como um dos grandes polos musicais do país.

Vocês fizeram durante alguns meses um financiamento coletivo para produção do disco e felizmente conseguiram atingir a meta. O que isso representa para vocês? 

Lucas Gemelli: Representa muito! Esse objetivo alcançado é fruto de um trabalho forte de equipe, de uma relação próxima e sincera com o nosso público e, acima de tudo, é um sinal muito claro de que as pessoas estão gostando e torcendo por nós. Cada uma dessas mais de 200 pessoas tem nossa profunda gratidão. É um orgulho enorme ter a confiança de quem nos acompanha.

Por Artur Dias

Por que os fãs e não fãs da banda devem ir no lançamento do disco? Qual o convite de vocês? 
Lucas Gemelli: Se a viagem feita no “Zero” – nosso primeiro EP- já foi interessante, agora ela é ainda mais! Nesse álbum nós ampliamos as fronteiras da música nômade, chegamos a vários outros lugares. Quem acompanhar isso de perto vai sentar na janela do trem e ter a melhor visão. Dia 9 de junho, um sábado, no Clube do Choro, O Tarot vai abrir as portas desse novo trabalho e quer muito dividir esse momento pessoalmente, mesmo nesse mundo digital. Tem coisas que só se transmitem na vida real. Nove de junto é um dia pra dar vazão a esse turbilhão de emoções que compõem esse novo álbum. Nos vemos lá! Os ingressos estarão à venda a partir do dia 15 agora, na bilheteria e no site do Clube do Choro.

 

O clipe “Em Construção”

A banda O Tarot vai matar parte da curiosidade dos fãs com o lançamento do primeiro clipe/single de seu novo álbum, resultado do financiamento coletivo que arrecadou mais de 20 mil reais com sua base de seguidores.

Por Artur Dias

O clipe da música “Em Construção”, dirigido por Isabella Eichler, tem estética cinquentista, carregado de tons pastéis. Além disso, é dinâmico e cativante, explorando uma analogia entre o roteiro e a letra da música, que trata de ensejos, desejos e decepções.

No vídeo, o personagem principal luta para manter de pé os castelinhos de areia que tenta construir na praia. A banda simulou o ambiente praiano dentro de um estúdio com 1 tonelada de areia e cenografia elegante, assinada por Júlia Andrighetti e Marina Patury.

Este primeiro single do novo álbum d’O Tarot tem um caráter pop rock e refrão marcante, além de um grand finale memorável. E teve sua estreia no Café Antonieta, para contribuintes do crowdfunding e convidados.

Assista “Em Construção”https://www.youtube.com/watch?v=-9Rw67LKZx0&feature=youtu.be

“A música é apenas uma pequena amostra da ampla gama de sonoridades que o álbum explora: a banda trará 12 canções inéditas, que migram da música cigana ao tango, do baião à milonga, da balada ao rock progressivo”, afirma o vocalista Caio Chaim.

O show de lançamento do disco acontece no Clube do Choro de Brasília, no dia 09 de junho.

Serviço:
Show de lançamento do novo álbum d’O Tarot
Cidade:
Brasília – DF
Data: 09 de junho (sábado)
Local: Clube do Choro (SDC QD. 03 BLOCO “G”)
Horário: 21h
Classificação Indicativa: 14 anos
Ingressos:

R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia).
Compra física:
Funcionamento a partir das 10h de segunda a sexta-feira, e aos sábados, a partir das 19h. Telefone da bilheteria (061) 3224-0599.
Compra online: https://www.bilheteriadigital.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.