Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 4 de dezembro de 2022 08:01

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Quermesse do Templo Budista de Brasília chega à sua 45ª edição

Nubia Paula

ByNubia Paula

ago 1, 2018
Advertisement

Tradicional festa da cidade convida a comunidade a estar presente

No mês de agosto a capital já espera ansiosa por um dos mais tradicionais festejos da cidade: a quermesse anual do Templo Shin Budista de Brasília. Com o tema “Comunidade Presente”, o evento faz um desafio para estarmos juntos de verdade, coisa cada vez mais difícil nos dias atuais quando estamos conectados 24 horas pelos celulares, mas desconectados das pessoas que estão do nosso lado.

Uma das características marcantes do evento é o acolhimento à sociedade. Anualmente, voluntários da cidade se reúnem de forma solidária para colaborar com a preparação da festa. Com oficinas gratuitas oferecidas pelo próprio templo, os voluntários aprendem a montar a cenografia oriental e contribuir com a produção do evento.

“O Templo Budista de Brasília, designado como Patrimônio Histórico do Distrito Federal, representa a Luz do Buda que é para todos, indistintamente. É o ideal ecumênico da liberdade, igualdade e da sociedade verdadeiramente fraterna. Há 45 anos, o Templo vem realizando a sua famosa Quermesse Obon de agosto, recebendo toda comunidade de Brasília e de outras cidades para juntos passarmos momentos em que comemoramos com alegria, sem distinção de crença, cultura ou idade e para nos energizarmos para a vida. O evento consta do calendário oficial do GDF e é uma das festas mais duradouras da cidade, acontecendo todos os finais de semana do mês de agosto”, conta o Monge Sato.

Foto: Rafael Lignani

Para além do Yakisoba – Uma das grandes atrações da tradicional quermesse é sua rica gastronomia. O queridinho Yakisoba do templo, esse ano vem acompanhado por diversas novidades. Nesta edição, a festa conta com a participação dos restaurantes Okata e Grande Muralha, que juntos irão acrescentar mais de 10 variedades de pratos orientais, além de cinco opções exclusivas, encontradas somente no espaço gourmet.

O conforto e bom atendimento sempre foram priorizados pelos organizadores, que nesta edição, resolveram manter e ampliar a área do restaurante criado em 2016, ideal para quem quer mais comodidade na hora de desfrutar da culinária. Batizado com o nome de Oterá, que em japonês quer dizer templo, o espaço é perfeito para quem quer evitar filas e conferir a exclusividade do menu. O custo para entrar e desfrutar desse conforto é de apenas R$ 5.

No menu de pratos exclusivos, podem ser encontradas opções veganas e vegetarianas. Além disso, a Quermesse entrou na era dos foodtrucks e convidou o Geléia Bruger,  Crepe Voyage e o Poor Boy para fazer parte do evento que também contará com estandes do Churros do Tio, Cremes Melona, Wang Molhos Especiais, Doces Canarinhos, dentre outros. As embaixadas de Myanmar, Filipinas, Sri Lanka, Malásia e Índia também ganharam um espaço na Quermesse e se revezarão nos finais de semana apresentando artesanatos, comidas típicas e dando informações sobre seus países para os visitantes. Dentre os produtos que poderão ser encontrados na festa estão jóias em prata, eco jóias, tatuagem de hena, artigos geek,  guloseimas importadas, e outros.

Além da gastronomia, os visitantes poderão ainda cuidar da própria beleza com preços promocionais da equipe Hélio – corte de cabelo: R$40 em dinheiro ou débito e R$45 no crédito – e modelagem: R$30 no débito ou dinheiro e R$35 no crédito –  dentre outros serviços. As crianças também terão um parque de brinquedos montado especialmente para elas.

Cenografia cheia de significados – Nessa edição, a Quermesse investiu ainda mais na cenografia e para isso convidou o estúdio MOVA de arquitetura e design para fazer um planejamento arquitetônico do evento sem perder o caráter tradicional e artesanal da festa. Inovando os espaços e o fluxo de pessoas de maneira sustentável, serão usados pallets, madeiras recicladas, sobras de obras e resíduos do próprio templo. Ainda, pensando no cuidado com o meio ambiente, esse ano a Quermesse entra definitivamente na campanha para reduzir o lixo e não terá copos descartáveis, que serão substituídos por eco copos que poderão ser utilizados mediante uma caução no valor de R$6. Ao final da festa os participantes terão a opção de pegar o dinheiro de volta ou levar o copo para casa como lembrança.

O principal elemento cenográfico desse ano será uma árvore conceitual e interativa instalada logo na entrada da festa. Carregada de simbolismos, a árvore representa as raízes da quermesse e do budismo, o crescimento, o nirvana, a natureza e a comunidade. Na escultura em bambus, com amarrações representando o tronco, raiz e galhos, os visitantes poderão amarrar fitas com mensagens de conteúdo budista. Ato bastante comum em eventos orientais.

Fazendo valer o conceito comunitário da festa, boa parte da decoração e cenário será feita pelas mãos de voluntários. O templo oferece oficinas gratuitas, antes e durante os dias do evento, para ensinar a fazer arte em origami, ikebanas e outros enfeites para os festejos.

Este ano cerca de 150 voluntários estão trabalhando na Quermesse, dos quais trinta também ajudaram na decoração e através de uma oficina oferecida pela Embaixada do Sri Lanka confeccionaram flores e lanternas de papel. Um lustre com mais de 600 Tsurus – pássaros feitos de origami – totalmente construído pelas mãos da comunidade será colocado em local de destaque dentro do espaço do restaurante Oterá.

Foto: Rafael Lignani

Apresentações Culturais – A programação cultural continuará empolgante, com apresentações das artes marciais tai-chi-chuan do Mestre Woo, aberto ao público; taikô vibrante dos melhores conjuntos de Brasília; dança folclórica do Obon de agradecimento à colheita e à vida plena sob a benção dos antepassados com a participação de todos – crianças, jovens e idosos –; os animados street-dances e trovas conhecidas como soran-soran; e, excepcionalmente, apresentações artísticas como: danças típicas e especialistas musicais orientais como shamisen.

Momento Zen – Para quem estiver em busca de um pouco de tranquilidade, será oferecida uma meditação contemplativa de 30 minutos com o Monge Sato e a Monja Cris E-gen às 18h, após as dez badaladas do sino. Depois da meditação será realizada uma palestra sobre Budismo.

Durante a Quermesse o templo estará aberto ao público com visita guiada.

Serviço:

Data: Dias 4, 5, 11, 12, 18, 19, 25 e 26 de agosto

Horário: das 17h às 22h

Preço: Inteira R$10,00

Meia entrada R$ 5,00.

*O valor da meia entrada é para todos os casos previstos por lei.

*Crianças até 6 anos tem entrada franca na Quermesse e no espaço do restaurante

Local: Templo Shin Budista de Brasília

Endereço: EQS 315/316, 70384-400 Brasília

Mais informações: https://www.facebook.com/events/269668430069585/

ou www.terrapuradf.org.br

 

2 thoughts on “Quermesse do Templo Budista de Brasília chega à sua 45ª edição”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.