• 25 de maio de 2022 23:45

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Cappuccino

Veganismo: uma forma mais natural de enxergar o mundo

Nubia Paula

ByNubia Paula

ago 31, 2018
Advertisement

Não é moda passageira, nem se restringe apenas a alimentação. O veganismo é um estilo de vida e tem se difundido pelo mundo afora

Por Giullia Chaves

Em tempos de consciência ambiental, as pessoas têm se perguntado se é realmente necessário consumir produtos de origem animal e muitos têm chegado à conclusão de que dá pra ser extremamente saudável, feliz e consciente sem colocar esses elementos no corpo e na casa.

Em Brasília, dois estabelecimentos pioneiros no ramo falam sobre as experiências, as dores e as delícias deste ramo, que está cada vez mais atraindo a curiosidade das pessoas.

Empório Faz Bem Casa Vegana – Foto: reprodução/instagram
Faz Bem Casa Vegana – Foto: reprodução/instagram

O Thiago Villela é sócio proprietário do Empório e Restaurante Faz Bem Casa Vegana. Formado em jornalismo conheceu o universo vegan por meio do ativismo. Segundo o empresário, o veganismo foi entrando em sua vida de forma gradual e natural “Eu primeiro fui deixando de comer carne, aos poucos. Depois virei vegetariano e assim permaneci um tempo. Mais pra frente fui percebendo o impacto das indústrias e fui cortando produtos de origem animal e também aqueles que fazem testes em animais. É um processo”, explica.

Thiago contou para a 61 Brasília a história do restaurante que hoje é uma das referências na cidade e faz um dos melhores hambúrgueres veganos da região: “Antes o espaço era um horti-fruti. Eu e alguns sócios queríamos manter esta pegada de venda, por isso, aliamos o restaurante a um  empório. Queríamos que os moradores das quadras continuassem comprando aqui”. No empório vende-se desde pasta de dente cruelty free – termo utilizado para definir produtos que não realizam testes em animais – até substitutos para manteiga e iogurtes e produtos para a casa.

Pratos deliciosos do Faz Bem Casa Vegana – Foto: Thiago Villela

Segundo o dono do Faz Bem Casa Vegana, a 407 norte acabou por se tornar a quadra vegana de Brasília, onde as pessoas sabem que terão opções diferentes para comer bem e de forma saudável.

A chef Cynara Arnt – Foto: repdrodução/instagram

Já Cynara Arnt é chef de cozinha e começou a trabalhar na área fazendo buffet de festas infantis. Segundo ela, o veganismo é um movimento em expansão e, por isso decidiu criar a Vegan Se.

“A Vegan Se é um espaço livre de ingredientes de origem animal, livre de contaminação. Os estabelecimentos não-veganos não podem afirmar que estão livres da contaminação cruzada. Na Vegan Se as pessoas confiam que não vai haver nada de ingrediente de origem animal. O nosso diferencial é justamente ser 100% plant based”, explica.

Cynara afirma que o que a move a continuar empreendendo e impactando cada vez mais pessoas, é a filosofia “é poder provar pras pessoas que é possível ser feliz sendo vegano. A alimentação vegana é saborosa. E a minha motivação para fazer comida vegana é a compaixão. Eu creio que os animais estão aqui pelo seu próprio propósito, eles têm direito à vida assim como nós” diz.

Salgadinhos veganos? Na Vegan Se tem! – Foto: reprodução/facebook

Pessoas que adotam um estilo de vida vegano, se preocupam também com os impactos das indústrias, os recursos naturais do planeta e com a própria economia “Existe uma questão econômica. Os alimentos de origem animal consomem bilhões de litros de água em sua produção e a alimentação vegana é sustentável na raiz porque ela vai direto na fonte de proteínas vegetais que são os grãos. Então eu acredito que a alimentação vegana é a alimentação do futuro, é a alimentação para a superpopulação”, explica a chef.

Prato vegano apetitoso da Vegan Se – Foto: reprodução/facebook

A Vegan Se está no mercado há 5 anos e começou fazendo encomendas de salgados, doces, bolos… “depois partimos para o ramo de refeições prontas e, agora contamos com o ponto de atendimento na 204 norte, onde entregamos o nosso produto e fornecemos mercadorias de produtores locais, veganos e que tenham essa pegada ecológica também”.

Na Vegan Se tem delivery também – Foto: reprodução/facebook

O veganismo é um segmento crescente em todo o mundo, porém é um mercado ainda pouco explorado no Brasil. Muitas pessoas ainda não tem informações a respeito dos malefícios de uma alimentação animal e acreditam que o veganismo não vai proporcionar todos os nutrientes que o corpo precisa, mas essa mentalidade pode ser afastada, basta algumas pesquisadas na internet. Buscar saber a procedência dos produtos consumidos é apenas o primeiro passo..

“Precisamos desmistificar esta alimentação e reduzir o preconceito, muita gente ainda acredita que vegano e vegetariano só come alface e folha. Mas nós temos leites, queijos, bolos e salgados de origem vegetal que são saborosos e saudáveis. Queremos difundir esta alimentação para que as pessoas possam descobrir novos sabores” complementa Cynara.

“Empreender este tipo de alimentação no brasil é um desafio”

Atualmente a Vegan Se funciona de segunda a sábado das 9h às 21h e serve refeições desde o café da manhã até o jantar. Além disso eles aceitam encomendas para festas e fazem delivery.

De coisas pro corpo à coisas pra casa: Com Amor Florinda prevê um futuro mais local, manual e sustentável – Foto: reprodução/instagram

Ativismo online – o movimento vegano/vegetariano tem tomado conta da internet e pessoas inspiradoras têm surgido nas redes com este boom. Desde aulas online de saboaria e produtos processados e livres de conservantes até ginecologia natural e dicas femininas para lidar com o ciclo menstrual – coisas super naturais e que a indústria e a tecnologia nos fizeram esquecer nos afastando gradativamente de nossas raízes e nos fazendo odiar nossos processos.

A empresária Fabiana Wan – Foto: reprodução/instagram

A Fabiana Wan, fundadora e artesã da marca Com Amor Florinda (@comamorflorinda) acredita que informação empodera as pessoas e que se aprendermos a fazer os nossos próprios produtos teremos mais autonomia para decidir os rumos do consumo. “Eu acredito em um futuro mais local, manual e natural, em que as pessoas saibam a origem das matérias primas e reconheçam o valor do trabalho das pessoas”.

A empresária também faz vídeos para plataformas online falando sobre a importância do empoderamento para o consumo consciente e recentemente lançou a primeira turma de seu curso totalmente via internet. “Corpo casa manual” ensina as pessoas os princípios de como produzir seus próprios cosméticos e produtos para a casa.

Absorventes reutilizáveis da Com Amor Florinda feitos artesanalmente – Foto reprodução/instagram

Ainda nesta linha, existem muitas marcas que surgiram pelo instagram e que hoje são tomadas como estilo de vida. Abaixo você confere uma lista de links e dicas de onde procurar conteúdos para entender o veganismo e expandir a sua consciência:
Veganismo além da alimentação
Faz Bem Casa Vegana
Vegan Se
Por Favor Menos Lixo
Um Ano Sem Lixo
Com Amor Florinda

Desde às formas de comprar, as embalagens, onde compra e o que se compra, a consciência é parte fundamental do veganismo

Outros restaurantes em Brasília que servem alimentação vegana e consciente:
DuoO
Apetit Natural
Canelle

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.