• 17 de agosto de 2022 16:46

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Cappuccino

Nilson Lima faz homenagem a Gonzaguinha

Nubia Paula

ByNubia Paula

out 15, 2018
Advertisement

Nilson Lima faz homenagem a Gonzaguinha

Neste sábado (20), o Clube do Choro recebe o músico Nilson Lima com o show Redescobrir. O espetáculo resgata sucessos de Gonzaguinha, filho do rei do baião – Luiz Gonzaga – e ídolo do cantor. A apresentação ocorre a partir das 21h30 e conta com a participação especial de Paulo Façanha, Cely Curado, Alberto Salgado, Salomão Di Padua, Ruy Godinho e Renato Costa.

O repertório dialoga com o pensamento e traz sucessos como Sangrando, Explode Coração, Feliz, Ponto de Interrogação, Mesa de Bar, entre outros. Para Nilson Lima, a música de Gonzaguinha não é marcada pelo tempo. “Muito menos datada, ela é permanente e atual”, conta ele.

Lima vem homenageando o ídolo desde 1995. Em todos os seus trabalhos, busca regravar uma canção de Gonzaquinha. “Gonzaguinha pra mim sempre representará uma página de honra na música popular brasileira. Embora sua obra seja dos anos 1960, 1970 e 1980, suas canções continuam cada vez mais vivas. Sem falar que, vira e mexe, estão na trilha de novelas e filmes.”, destaca.

A banda que acompanha o cantor é formada por: Agilson Alcântara no violão, arranjos e direção musical; Marcos Farias no piano e acordeon; Marcio Bezerra nos instrumentos de sopros; Dennes Souza no Baixo; e Sandro Araújo Percussão. A realização é de Ester Braga, da Abèbè Produções.

Serviço:
Redescobrir – homenagem a Gonzaguinha
Quando: 20/10. Sábado, às 21h30.
Onde: Clube do Choro de Brasília – Setor de Divulgação Cultural – Eixo Monumental.
Quanto: R$15,00 (meia entrada) | Bilheteria do Clube do Choro ou Bilheteria digital
Mais informações: (61) 99259-2824 (Ester Braga)

 

História – Nilson Lima

O cearense Nilson Lima cantou pela primeira vez em público aos 7 anos. Começou sua carreira em 1987, sendo premiado seguidamente em três festivais. Em Fortaleza, cantou com a Orquestra de Câmara dos Jovens Solistas da Paraíba e se apresentou em bares, hotéis e na abertura de shows de grandes humoristas. Chegou em 1991 ao Rio de Janeiro, onde cantou em bares e casas noturnas – participou do programa Domingão do Faustão, no quadro “Tente o Sucesso”. Em 1993, fixou residência em Brasília e iniciou uma carreira de sucesso, sendo aqui reconhecido pela belíssima voz. Fez aberturas de vários artistas com o Grupo 14 Bis, Elba Ramalho, Emilio Santiago. Cantou com a Orquestra do Teatro Nacional. Já dividiu o palco com Leila Pinheiro, Simone Guimarães.

Em 2006, gravou seu primeiro CD Toda Palavra, com participações de Simone Guimarães, Manasses, Marcos Farias e Ocelo Mendonça.

Em 2009, gravou seu segundo CD Cançâo de Verão com participações de Fagner, Conceição Lima (sua Mãe). Leila Pinheiro, Marinés e Fatima Guedes.

Em junho de 2015, dividiu o palco com Cristovão Bastos e Marcia Tauil no Teatro do SESC Silvio Barbato.

Em 2018, lançou seu terceiro trabalho, intitulado No Mesmo Barco, com canções de Paulinho Pedra Azul e Darwisson, Clodo Ferreira, Clesio e Climerio, Eudes Fraga e Joãozinho Gomes, Nilson Chaves e Vital Lima, Fagner, Celso Viafora, Adil Tiscatti, Gonzaguinha entre outros e conta com participações de Paulo Façanha, Salomão Di Padua, Rogerio midlej, Nilson Chaves, Ceiça Farias, marcos Lessa. Em setembro de 2018, foi convidado pelo cantor Agnaldo Timóteo pra fazer uma participação e cantar juntos as musicas Sangrando e Grito de Alerta, levando o publico ao delírio no Projeto Sesc Seresta, no Pontão do lago Sul.

Há seis anos ao lado de Madelon Cabral e André 14 Voltas, a Noite Brega com o Grupo ‘3NoBrega’, conhecido como a noite mais divertida de Brasília atualmente, em cartaz há quatro ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.