• 25 de maio de 2022 23:34

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Paulo Octavio marco 2022

O Queijo de cabra de maior sucesso em Brasília é goiano e tem sofisticação francesa

61brasilia

By61brasilia

fev 23, 2019
Advertisement

O Queijo de cabra de maior sucesso em Brasília é goiano e tem sofisticação francesa

Os 300 animais da Cabra Chic produzem meia tonelada de queijo por mês e seguem os padrões tradicionais franceses de uma iguaria de qualidade.

Por: Carol Cascão

Fotos: Nubia Paula

Se fosse uma degustação às cegas num jantar sensorial no escuro com uma venda nos olhos, diria que teria viajado em questões de minutos para a França -, precisamente no dia que conheci o genuíno queijo de cabra. Localizada em Luziânia (GO), 60 km de Brasília (DF), a fazenda Cabra Chic produz sete tipos de queijo de leite de cabra com a mesma sofisticação francesa, apenas com uma diferença: o odor marcante e forte, presente na iguaria europeia, não trouxe herança, mas manteve o sabor.

De acordo com o proprietário, o jornalista aposentado que profissionalizou um hobby, Armando Rollemberg, as 300 cabras chic e cheirosas da fazenda são criadas da maneira slow food que privilegia a higiene e qualidade de vida do animal por meio de alimentação saudável e nutriente essencial. As cabras “chic” de lá, não vivem com os bodes, nenhuma relação de mimetismos de amor, muito menos de parceria com o cheiro forte. Outro fator marcante do queijo não apresentar o odor marcante.

Os animais da fazenda são da raça de cabra Anglo Nubiana, as chamadas de dupla aptidão: boas para carne e leite. Por dia, ordenha-se em torno de 120 litros, o que permite a produção de cerca de 15kg de queijo -, e um total de pouco mais de meia tonelada por mês. O quilo de cada queijo varia de R$ 70 a R$ 100 -, depende de qual dos sete tipos vendidos (escolha difícil).

O cliente que chega no Ceasa-DF (Centrais de Abastecimento do Distrito Federal), na manhã de sábado, podem degustar antes de decidir dentre o demi-chèvre, a ricota, o frescal, o meia cura, o montanhês, o sardo ou o boursin, um tipo cremoso de queijo de cabra, em textura de pasta ideal para comer com torradas. Aliás, mais uma decisão difícil ao paladar porque existem mais quatro tipos de boursin: puro, com alho, com ervas frescas ou com o dedo de moça e mel (uma sugestão da conhecida Chef de cozinha Mara Alcamin).

Armando desenvolveu duas sobremesas também: um pudim de leite de cabra com goiaba, preparado com a versão frescal, e o cheesecake de ricota de cabra. Os preços são muito acessíveis e justos diante de tanta qualidade e sorte de ter a oportunidade de um produto local tão à mão, cuidadosamente embalado a vácuo, higiênio e com a elegância para nenhum francês expressar o clássico “blasé”, mas ao contrário, “uh lá lá, J´hallucine” (eu alucino, em francês).

Serviço:

Cabra Chic
Onde? Na Feira do Ceasa (SIA, Trecho 10).
Horário:
até 12h30.
Contato: (61) 3485-9403
E-mail: cabrachic.go@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.