• 17 de agosto de 2022 16:56

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Grama Solara

NÃNAN CANTA ÁFRICA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA

61brasilia

By61brasilia

jul 22, 2019
Advertisement
NÃNAN CANTA ÁFRICA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA
Teatro da CAIXA recebe show de encerramento da turnê da cantora


A CAIXA Cultural Brasília recebe, no dia 26 de julho, o projeto “Nãnan Canta África”, idealizado pela cantora Nãnan Matos, uma homenagem aos potenciais musicais da Diáspora Africana. No show que encerra a turnê iniciada em 2018, Nanãn conta com as participações especiais de Realleza e Preto Cosmo, referências da música negra atual. E faz o pré-lançamento do single “Oriki Ti Iemonja”, cântico afro religioso, em yorubá, e que estará nas plataformas digitais a partir de agosto deste ano.

Nanãn Matos divide o palco com seus parceiros musicais Henrique Alvim (guitarra, direção e produção musical), Luiz Ungarelli (percussão), Rafael Cruz(contrabaixo) e Renato Galvão (bateria).  A artista, além de cantora e pesquisadora em dança afro, se apresenta com o Djembê, instrumento de percussão típico do Oeste Africano.

E foi por meio da percussão africana que foi possível a pesquisa dos cantos tradicionais de Malinké, além da troca de conhecimentos com grandes mestres da música africana. “Conseguimos reforçar pontes culturais entre o Brasil e a África na dança, no canto e na percussão”, conta Nãnan.
Nãnan, profissionalmente, tem vencido os desafios impostos historicamente como mulher negra – uma referência viva inspiradora com sua energia catalisadora. “Sou a continuidade das mulheres negras  que lutaram e lutam para eu estar aqui hoje”, ressalta.
A artista fundou, em 2012, o grupo de estudos, performances e ativismo sócio-político chamado Foli Ayê ou Ritmo de Vida, em português. O grupo dedica-se a promoção da cultura negra e do fortalecimento do intercâmbio entre a África e o Brasil abordando práticas artísticas, sobretudo do Oeste Africano.

Nãnan canta África na Caixa Cultural tem realização da Foli Ayê, produção da Mariwô Produções e assessoria de imprensa e apoio da Tato Comunicação.

 Oficina e Feira Afro:
O projeto Nãnan Canta África prevê ainda a oficina dança- afro “O corpo que dança, conta histórias”, na quarta-feira, 24 de julho, das 19h às 21h30. Haverá percussão ao vivo e os participantes poderão conhecer um pouco sobre a ritualística de danças africanas. São 30 vagas e o valor é de R$ 30 por pessoa. Serão disponibilizadas gratuitamente duas vagas por dia para menores do sistema sócio-educativo e três vagas para menores negros moradores do entorno.

E para reforçar o diálogo multicultural estabelecido, o projeto traz ainda Feira Afro, na sexta-feira (26), a partir das 17h, com empreendedoras negras da Frente de Mulheres Negras do DF e Entorno. Estarão presentes a Afro N’Zinga Cabelo & Arte e as grifes de moda afro, Yalode Moda Étnica e Tereza de Benguela As expositoras ficarão no foyer do Teatro da CAIXA.

Serviço:
Show Nãnan Canta África
Local: CAIXA Cultural Brasília -Teatro da CAIXA (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
Data: 26 de julho de 2019 (sexta-feira)
Horário: 20h
Ingressos
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de alimentos não perecíveis ou agasalhos)
Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456
Duração: 90 minutos
Classificação: livre
Capacidade: 406 lugares (8 para cadeirantes)
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

Feira Afro: Roupas africanas, trancistas e comidas típicas
Afro N’Zinga Cabelo & Arte, as grifes de moda afro, Yalode Moda Étnica e Tereza de Benguela
Data: 26 de julho de 2019 (sexta-feira)
Horário: 17h até o final do espetáculo
Local: Foyer do Teatro da CAIXA

Oficina de dança- afro “O corpo que dança, conta histórias”
Data: 24 de julho (quarta-feira)
Duração: 2h30
Horário: 19h às 21h30
Valor: R$ 30
Inscrições: https://forms.gle/TQCiCka56bvdLo8U9 // Informações – 61 99206.9696
Local: CAIXA Cultural Brasília -Teatro da CAIXA
Vagas: 30. Serão disponibilizadas gratuitamente duas vagas por dia para menores do sistema sócio-educativo e três vagas para menores negros moradores do entorno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.