• 1 de julho de 2022 23:47

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Minha Cadeira

Fazenda Mutum, a seleção de Gir leiteiro mais premiada do Brasil.

61brasilia

By61brasilia

set 27, 2019
Advertisement

Fazenda Mutum, a seleção de Gir leiteiro mais premiada do Brasil.

Localizada em Alexânia, no GO, a Mutum já está na terceira geração da família Machado e há 30 anos na produção de material genético de alta qualidade. Produz 12 mil litros de leite por dia. E no início de outubro realizará a 7ª edição do leilão Mutum Weekend.

Por Carolina Cascão

Dar nome aos bois é literalmente uma verdade. Broinha, Dengosa (falecida), Fase, Fita, Fardo, Habil e Fécula, não necessariamente nesta ordem são apenas alguns dos dois mil animais que fazem a história da Fazenda Mutum, localizada no município de Alexânia, no Goiás, onde na década de 70, começou a trajetória na seleção do Gir Leiteiro Mutum. Hoje é a fazenda mais premiada do Brasil nesta raça -, além de vender um material de alto valor genético, que permite a técnica de reprodução como a inseminação FIV (fertilização in vitro). Atualmente, 470 animais em lactação, produzem 12.300 mil litros de leite por dia -, desta quantidade, 11 mil são destinados para a fábrica da Nestlé, em Goiânia.

A seleção Gir Leiteiro Mutum, hoje a mais reconhecida nos concursos leiteiros e pistas de julgamento começou humildemente a produção de leite com 70 animais, gado mestiço, em 1970. Dezoito anos depois, um marco para a fazenda: a aquisição, em Uberaba (MG), de material genético e de um criatório da raça zebuína da fazenda 3R.

No ano 2000, quando se começou a dar nome aos bois literalmente, nasceu a Dengosa TE Mutum, o primeiro animal resultado de Transferência de Embrião (TE) feito na fazenda. Falecida em 2014 deixou saudades, mas proporcionou muitas alegrias. Em 2004, ela foi a Grande Campeã Nacional -, colecionou ao longo de sua trajetória, mais de doze títulos de Campeã Melhor Progênie de Mãe. Em 2009 foi vendida por R$ 1,320 milhão.

Dengosa já se foi, mas por causa de seu material genético, ela continua bem viva. É a mãe da Fita F. Mutum, Hábil FIV F Mutum e do Fardo FIV F Mutum, hoje um dos mais relevantes raçadores do Gir Leiteiro, e filho do touro da seleção mineira Gir Leiteiro dos Poções, chamado Radar.

Outra grande “vedete” da fazenda é a Fécula FIV F Mutum, primeira matriz da raça a ultrapassar os 50 kg leite/dia filha de CA Sansão e Palma Mutum. Ela é bi recordista mundial de produção, bi grande campeã nacional e bi grande campeã ExpoZebu. Muitos títulos para uma jovem que nasceu em 2006.

Aliás, a quantidade de prêmios é tão grande que ocupa toda uma sala da sede da fazenda. Por instantes, à primeira vista, acredita-se estar em uma loja de souvenirs, tamanha a variedade, cor, tamanho e datas das premiações. Impressiona!

A fazenda se preocupa com o bem estar dos animais, a qualidade de vida deles e o respeito ao meio ambiente. Além de boas condições de trabalho para os 45 funcionários.

7ª edição do MUTUM WEEKEND em poucos dias

No dia 5 de outubro, acontecerá a sétima edição do MUTUM WEEKEND, o leilão que fará a venda de 50% da atual recordista mundial vaca jovem com média de produção de 64,840 kg, a Broinha FIV Cabo Verde, vacagirolando e de animais premiados, filhos de recordistas. Será ofertado pela fazenda Mutum e convidados animais da raça Gir Leiteiro e Girolando de alto valor genético. Calcula-se uma média de 80 lotes de animais gir leiteiro (1 animal por lote) e girolando, um cruzamento entre as raças gir e holandês (1 a 4 animais por lote).

O Mutum Weekend está na sétima edição
Léo Machado e o filho Bruno que segue pelo mesmo caminho do pai

“No caso de animais de alto valor genético e com premiações expressivas, o criador abre mão de parte do animal. Fica 50% para Mutum, o criador, e 50% para o sócio comprador. Vai do critério do comprador se ele quer manter o animal na fazenda Mutum ou levar para a própria propriedade”, explica Léo Machado, o proprietário.

Diante disso, não se sabe ainda se a Broinha ficará na fazenda Mutum ou na do comprador. Só saberemos durante o leilão. Em muitos casos, o animal viaja literalmente e leva a vida alternando entre duas fazendas.

Três gerações de Machados

Léo Machado, zootecnista, nascido em 10 de julho de 1966, é o proprietário da fazenda Mutum, responsável por toda a supervisão técnica. É pai de Bruno Machado, médico veterinário, 35 anos. E de Ana Luiza, 19 anos, que está indo pelo mesmo caminho está na graduação Medicina Veterinária estuda atualmente o curso de veterinária na faculdade. As outras duas filhas seguiram por outros destinos que não o da fazenda, Ana Paula, 21 anos e Marisa Cristina, 23 anos. A esposa, Meire Isamar Ferreira, ajuda na administração da fazenda.

A Mutum nasceu há 49 anos de um sonho do pai de Léo, o sr. Leonídio Ferreira Gomes, com apenas uma pequena propriedade. Ele abriu mão de tudo para se dedicar à pecuária -, que era o que realmente lhe dava prazer.

Fardo FIV F Mutum é um espetáculo

Possuidor de bom temperamento, Fardo é dócil, manso e simpático. Um teste realizado quatro anos atrás, o Teste de Progênie da ABCGil/Embrapa, prova que o touro possui PTA (avaliação que indica em quantos kg de leite/lactação um boi melhora em média a produção leiteira do rebanho), de 592,9 kg para leite e 94% de confiabilidade, com mais de 200 filhas avaliadas em 90 rebanhos pelo Brasil. Ele foi o primeiro reprodutor jovem da raça a comercializar mais de 120 mil doses de sêmen, ainda em teste de progênie.

Serviço: 

É possível conhecer a fazenda, basta agendar por meio do telefone 62 99253-0960 ou pelo e-mail fazendamutum@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.