• 17 de agosto de 2022 17:06

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Minha Cadeira

Brasília sediará 18 jogos da Copa do Mundo FIFA Sub-17

61brasilia

By61brasilia

out 16, 2019
Advertisement

Brasília sediará 18 jogos da Copa do Mundo FIFA Sub-17

Entre os jogos estão a abertura, as semifinais, a disputa de terceiro lugar e a final. O local escolhido para sediar os jogos foi o Bezerrão, estádio do Gama

Por Gabriel Torres com supervisão

de Raquel Paternostro

A capital federal vem se tornado um dos polos futebolísticos do Centro-oeste. Após sua participação como cidade sede de torneios de grande relevância como a Copa do Mundo de 2014, a Copa das Confederações, 2013, e as Olimpíadas, 2016. A cidade volta a ser destaque internacional, mas dessa vez em uma competição que revelará os futuros craques do futebol mundial: A Copa do Mundo FIFA Sub-17.

A 18ª edição do torneio começa no dia 26 de outubro aqui em Brasília. O jogo de abertura será sediado no Walmir Campelo Bezerra, popularmente conhecido como Bezerrão, um dos quatro estádios oficiais. Como de praxe em competições da Federação Internacional de Futebol (FIFA), o pontapé inicial do torneio é dado pela seleção anfitriã. Com isso, a Seleção Brasileira inicia a caça ao seu quarto título em uma partida contra o Canadá, às 17h. Logo após, à s 20h acontecerá o término da rodada para o Grupo A com a partida entre Nova Zelândia e Angola.

Variando de R$5 a R$40, o preço dos ingressos estão bem mais em conta se comparados às outras competições do mesmo nível já citadas. Porém, a forma de adquirir é a mesma, exclusivamente pelo site da FIFA. Outro diferencial é o fato de pagar um ingresso para assistir duas partidas, pois todos os estádios receberão dois jogos, em sequência, no mesmo dia. O que gera uma ótima opção para os amantes do esporte que querem gastar pouco e acompanhar, de pertinho, as novas promessas da Amarelinha e de outras seleções.

A competição irá até o dia 17 de novembro com jogos em Goiânia, nos estádios Olímpico e Serrinha, e em Cariacica-ES, no estádio Kleber Andrade. Brasília receberá jogos de todas as fases, com exceção das quartas de final. Confira a tabela oficial no site da FIFA.

Seleção Brasileira

Saiba quais foram os 21 convocados do técnico Guilherme Dalla Déa:

GOLEIROS

Marcelo (Fluminense)

Matheus Donelli (Corinthians)

Cristian (Atlético-MG)

ZAGUEIROS

Henri (Palmeiras)

Renan (Palmeiras)

Luan Patrick (Athletico-PR)

Gabriel Noga (Flamengo)

LATERAIS

Yan (Coritiba)

Patryck (São Paulo)

Gustavo Garcia (Palmeiras)

VOLANTES

Daniel Cabral (Flamengo)

Diego Rosa (Grêmio)

MEIAS

Pedro Lucas (Grêmio)

Talles Costa (São Paulo)

Matheus Araújo (Corinthians)

Sandry (Santos)

ATACANTES

Gabriel Veron (Palmeiras)

Lázaro (Flamengo)

João Peglow (Internacional)

Kaio Jorge (Santos)

Talles Magno (Vasco)

Desfalques

A Seleção canarinho teve alguns problemas em meio a convocação e contará com o desfalque dos já cortados Paulo Eduardo (zagueiro), Juan (atacante), ambos por lesão. Os jogadores foram substituídos pelos flamenguistas Gabriel Noga e Lázaro, respectivamente. Considerado um dos grandes nomes da amarelinha, o meia Reinier Jesus foi vetado pelo Flamengo, que não cedeu o jogador pelo fato da competição não ser considerada “data-FIFA”. Fator que não gera a obrigatoriedade do clube ceder o atleta.

Outro argumento utilizado pelo Fla é de que o garoto do ninho é uma peça importante para o elenco do português Jorge Jesus, que sofre com o número de jogadores machucados na posição. Reinier tem boas lembranças de Brasília, pois sua estreia no time titular do rubro-negro carioca aconteceu na vitória contra o Avaí por 3×0, numa partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Mané Garrincha. Ele marcou um gol e deu uma assistência para Gabigol.

Olho neles

Dentre os 21 jogadores da nossa seleção, vale a pena ficar de olho em dois nomes específicos: Yan e Talles Magno. O lateral-direito do Coxa e o atacante vascaíno foram escolhidos na tradicional seleção das 60 maiores promessas sub-17 do jornal inglês “The Guardian”, feita anualmente com jornalistas de todo o mundo. Outro brasileiro na lista foi Reinier.

Histórico na competição

Os títulos ganhos em 1997, 1999 e 2003, foram marcantes por apresentar a torcida jogadores como: Ronaldinho Gaúcho e Adriano Imperador. Mesmo tricampeão, a última final disputada no torneio foi em 2005, geração do lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, do meia Renato Augusto, ex-Flamengo e Corinthians e Kerlon, conhecido pelo drible da “foquinha”.

Nesta edição a equipe brasileira visa alcançar a maior vencedora da competição com cinco títulos: Nigéria. Vale lembrar que as seleções africanas costumam ser nossos carrascos nessa competição.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.