• 17 de agosto de 2022 16:52

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Paulo Octavio marco 2022

Bolsonaro recebe convite para se filiar à UDN. Partido está a um passo de voltar à ativa e se consolidar como o primeiro de direita do Brasil

61brasilia

By61brasilia

out 16, 2019
Advertisement

UDN á um passo de voltar à ativa e se consolidar como o primeiro partido de direita do Brasil

O retorno da União Democrática Nacional está nas mãos do TSE. A nova UDN, está organizada em mais de 10 estados da federação, e tem como presidente nacional da executiva provisória o procurar de Justiça do TJDDF, Marco Vicenzo.

Por Raquel Paternostro

O resultado das últimas eleições presidencias, deixou claro que parte da população do Brasil clama por um retorno efetivo da direita no país. Com base neste gancho, o procurador de justiça do TJDDF, Marco Vicenzo trabalha para a refundar a UDN – União Democrática Nacional. Para o advogado, trata-se de uma “retratação histórica, uma vez que a UDN foi um partido com um histórico democrático incrível que lutou contra a ditadura de Getúlio Vargas, contra a esquerda e a corrupção,” declarou Vicenzo.

Marco Vicenzo, tem no seu registro o nome Marco Antônio de Vicente Júnior. Como aconteceu com muitos imigrantes italianos na época em que vieram para o Brasil, tiveram a grafia de seus nomes alteradas. “Mas o nome da minha família italiana é Vicenzo, o que eu faço é corrigir um erro do passado.” Informa o advogado que pelo visto gosta de sair por aí corrigindo os erros históricos.

Voltando à UDN, Vicenzo conseguiu fazer chegar nas mãos do presidente da república, Jair Bolsonaro uma carta na qual declara o seu apoio ao governo e convida o presidente para integrar ao partido quando ele for refundado. As negociações e articulações estão à todo vapor. Em São Paulo já conversou com o professor Ernesto e tem conversado com filhos de diversos integrantes da UDN, extinta pelo Ato Institucional 2 (AI-2).

Além das pré-filiações em mais de 10 estados, setorias do futuro partido já estão sendo organizados. A presidente da UDN Mulher é a Presidente da Comissão Brasil-Israel Marcela Amazonas, a UDN Agro é liderada por Jeferson Rocha. Reservistas militares estão organizando a UDN Militar, liderada por Wolf Endeman. “Muitos congressistas e alguns ministros também estão conversando com a gente, mas eles não podem ter seus nomes divulgados para não prejudicá-los dentro de seus partidos atuais.”

Sobre a legitimidade para a reativação do partido, Vicenzo explica: “Existe uma enorme lacuna constitucional jamais questionada que nos permitiu escolher esta alternativa de reativação do partido para respeitar o legado histórico que a UDN deixou. A nossa premissa é a de que a resolução do TSE que extinguiu todos os partidos políticos na época, baseado no AI-2, foi um ato inconstitucional, devendo ser expressamente revogado, por isso a extinção da UDN não foi válida e viola princípios elementais das Constituições de 1946 e 1988.”

Aguardemos cenas dos próximos capítulos!

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.