• 13 de agosto de 2022 10:19

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Paulo Octavio marco 2022

Shopping Popular: Governo está à procura de propostas e ideias para revitalizar o espaço

61brasilia

By61brasilia

nov 21, 2019
Advertisement

Shopping Popular: Governo está à procura de propostas e ideias para revitalizar o espaço

Foi publicado hoje (20) no DODF um edital de chamamento público. Os empresários interessados têm que apresentar sugestões até dia 6 de janeiro

Por Gabriel Torres

O mandato do atual Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, tem sido marcado por fazer e planejar parcerias com a rede privada. Um exemplo recente disso foi a licitação para ceder a Torre de TV Digital à iniciativa, como também, o leilão de privatização da CEB Distribuição, subsidiária da Companhia Energética de Brasília (CEB), que já está programado para o início de 2020. Essas ações tem sido tomadas visando uma melhora na economia e na prestação de serviços ao cidadão brasiliense.

E o GDF não parou por aí! A próxima locação na alça de mira é o Shopping Popular. Hoje (20) foi “anunciado”, via Diário Oficial do DF, um chamamento público para recebimento de estudo de revitalização, modernização, manutenção e operação do espaço. O objetivo é buscar propostas e ideias para fazer uma renovação no ponto, o qual está instalado ao lado da Rodoferroviária.

Quem se interessar tem até o dia 6 de janeiro de 2020 para entregar o requerimento a apresentação dos estudos. Após a análise da documentação, as empresas autorizadas terão, a partir da publicação do termo de autorização, um prazo de 90 dias para desenvolverem os trabalhos.

“Esse é um projeto que só trará benefícios para os comerciantes e também para toda a população do Distrito Federal”, destacou o secretário de Projetos Especiais, Everardo Gueiros. A pasta é a responsável pela coordenação das negociações que resultarão na parceria com o setor privado para revitalização do Shopping Popular.

Expectativa, realidade e o futuro

No princípio, a ideia era fazer do espaço criado em 2018, uma grande feira com concentração de diversos comércios para camelôs e ambulantes. Contudo, os negócios por lá não deram muito certo. Na visão do secretário Everardo Gueiros, o governo está convicto de que a área está subutilizada e, por isso, busca uma alternativa de desenvolvimento em parceria com a iniciativa privada.

“Buscando a parceria com a iniciativa privada vamos proporcionar a inclusão pelo desenvolvimento social, cultural e econômico, fornecendo produtos, serviços e atendimentos de qualidade de forma segura e rentável aos consumidores, lojistas e também aos investidores”, explicou Gueiros.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.