• 19 de maio de 2022 19:28

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Usuários poderão agendar consulta na rede pública de saúde do DF por meio de aplicativo

61brasilia

By61brasilia

dez 19, 2019
Advertisement

Usuários poderão agendar consulta na rede pública de saúde do DF por meio de aplicativo

Proposta aprovada pela CLDF dará mais celeridade e irá melhorar a qualidade do atendimento

Já pensou em agendar a sua consulta na rede pública de saúde diretamente do seu celular? E poder cancelar ou remarcar seu atendimento sem precisar sair de casa? É o que prevê o Projeto de Lei 53/2019 do deputado José Gomes (PSB). O texto foi aprovado em segundo turno pela Câmara Legislativa do Distrito Federal e segue para sanção do governador Ibaneis Rocha.

Por meio do site ou do aplicativo, o usuário também poderá localizar as unidades de atendimento em um mapa, ter acesso aos telefones e atendimentos disponíveis, à escala de trabalho dos servidores em cada unidade, às campanhas e disponibilidade de vacinação, bem como de medicamento nas unidades de distribuição. Ainda será possível enviar dúvidas, reclamações e avaliar o atendimento.

De acordo com o deputado José Gomes, a lei dará mais eficiência no atendimento ao cidadão, uma vez que todos os dados estarão sistematizados pela Secretaria de Saúde. “Os brasilienses terão um canal de comunicação online com a Secretaria de Saúde, o que irá agilizar e melhorar o atendimento à população e ainda ajudará na gestão da saúde na capital brasileira”, pontuou o parlamentar.

A proposta sugere que o aplicativo seja criado por meio de projetos elaborados pelos próprios servidores ou pela promoção de concursos de projetos para a saúde, por meio do financiamento de startups. Entre os possíveis parceiros indicados está a Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP/DF).

“Sabemos que muitos problemas podem ser solucionados com o uso do potencial criativo de servidores, sem custos adicionais e com menos burocracia. É preciso fazer mais com os recursos disponíveis e melhorar o atendimento ao cidadão”, frisou o deputado José Gomes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.