• 26 de maio de 2022 21:05

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Vila velluti

Especialista dá dicas para quem quer começar 2020 empreendendo 

61brasilia

By61brasilia

jan 16, 2020
Advertisement

Especialista dá dicas para quem quer começar 2020 empreendendo

Estudo,  persistência e planejamento financeiro estão entre os tópicos listados pelo empresário brasiliense

Ano novo, novas metas e promessas. Entre elas, o sonho de empreender, desejo compartilhado por 56% da população brasileira. É o que diz a pesquisa realizada pela Amway Global Entrepreneurship Report (AGER) em 2018. Os números ainda apontam que apenas um terço dessas pessoas conseguem tirar a ideia do papel.

Em Brasília, de acordo com Boletim Especial de Empreendedorismo no DF, pesquisa realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), só no primeiro semestre de 2019 haviam cerca de 297 mil empresários na capital federal. A expectativa é de que esse número cresça ainda mais em 2020 e você pode ser uma delas. Saiba como:

O empresário brasiliense Flavio Mikami, à frente do grupo 365, conta que é preciso muita dedicação, estudo e paciência para alcançar os resultados desejados. E ainda dá sete dicas de como tirar o sonho do papel.

-O primeiro passo é ter uma ideia. É preciso fazer isso em uma modelagem de negócio.

-Em seguida, faça um planejamento financeiro e saiba os custos do seu negócio. Dessa forma você saberá o valor para investimento e se precisa fazer um empréstimo bancário.

-Depois disso, é necessário testar. Com amigos e família, para saber se a ideia funciona e qual o feedback do seu produto.

-Com a resposta do primeiro teste em mãos, é preciso fazer uma triagem dos futuros clientes. Isto serve para direcionar seu produto ao público que realmente vai consumi-lo.

-Depois, estudar a forma como você chegará ao seu cliente e melhorar seu atendimento.

-O sexto passo é ter comunicação, ou seja, ampliar para mais pessoas o seu empreendimento. Naturalmente essas pessoas vão espalhar.

-Por último, formalizar. Com maior número de vendas e crescimento, vem a parte administrativa. É preciso formalizar o negócio, registrar e fazer a parte burocrática.

Parece ser simples e rápido, mas não é assim. Empreendedorismo significa muito trabalho e requer dedicação. O lucro nem sempre aparece nos primeiros dois anos. “A gente vê no dia a dia dos empreendimentos que nos primeiros três anos você gasta muita energia e tem pouco retorno financeiro. É só depois disso que consegue retirar uma ‘gordurinha’. Pode ser que isso aconteça antes, mas não é uma regra”, comenta Flávio.

Mikami ainda lembra das dificuldades que podem aparecer no caminho “É preciso saber que você enfrentará riscos e deslizes. Eu assumi muitos deles quando comecei a empreender e isso me fez ter noção de negócio. Errei bastante e perdi dinheiro, mas foi assim que aprendi a dar os primeiros passos na direção correta. É sempre bom procurar um mentor que te auxilie na busca por sucesso e te ajude na hora de tomar decisões. Caso não tenha um sócio, busque por alguém de confiança e já está no ramo há alguns anos, essa pessoa pode a ser a luz no seu caminho”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.