• 27 de junho de 2022 18:09

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Valeria Souza

EM QUARENTENA, BRASILIENSES REDESCOBREM A COZINHA E AUMENTAM DEMANDA POR KITS DE GASTRONOMIA

61brasilia

By61brasilia

out 20, 2020
Advertisement

EM QUARENTENA, BRASILIENSES REDESCOBREM A COZINHA E AUMENTAM DEMANDA POR KITS DE GASTRONOMIA

Startup pioneira do segmento de foodtech com kits que trazem ingredientes porcionados e higienizados, Cheftime observou um crescimento de 20% na venda do segundo trimestre deste ano em Brasília

Quando a startup Cheftime foi fundada, em 2014, não se podia prever que o propósito de oferecer soluções gastronômicas se tornaria um serviço com forte procura em meio a um cenário tão imprevisível. E como, mesmo em um contexto adverso, a foodtech estaria preparada para atender a uma demanda que só cresce. Para quem pode ficar em casa, as práticas de isolamento social provocadas pela pandemia de covid-19 têm reaproximado pessoas do mundo inteiro com o hábito elementar de produzir a própria comida, gerando uma oportunidade para cozinhar mais, consumir alimentos frescos e testar receitas que saem do tradicional.

De acordo com uma pesquisa da consultoria brasileira Food Consulting, o número de pessoas das classes A, B e C que se alimentou somente com comida feita em casa cresceu. Produzido na primeira quinzena de abril deste ano, o levantamento indicou que o percentual de pessoas dessas classes que não comeu fora nem pediu delivery em nenhum dia do mês subiu de 5% antes da pandemia para 21% agora. O que se reflete nos dados de vendas da própria Cheftime. Especializada no segmento gastronômico, a marca oferece kits que já trazem todos os ingredientes – selecionados, porcionados e higienizados – para que qualquer pessoa possa executar, em poucos minutos, receitas criadas por chefs renomados, que vão de pratos habituais do dia a dia a até menus especiais. Os kits são comercializados por meio de um site próprio (www.cheftime.com.br), que também conta com planos de assinaturas, e em lojas físicas e no e-commerce do Pão de Açúcar (www.paodeacucar.com). No segundo trimestre deste ano, a quantidade de vendas desses produtos cresceu 20% em Brasília, no comparativo com o primeiro trimestre de 2020.

“Desde o início, o propósito da Cheftime é contribuir para que as pessoas resgatem a sua relação com a cozinha e possam se alimentar cada vez melhor. Tratava-se de uma linha de produtos construída para um cenário de ritmo urbano e metrópoles cada vez mais agitadas. Tudo isso mudou de uma hora para outra, mas o conceito de reaproximação com a cozinha se fortaleceu. Bastam alguns poucos minutos em qualquer rede social para encontrar amigos ou familiares se aventurando com novos pratos, pães, doces. Para nós, isso mostra como estávamos e estamos em um caminho correto de verdadeiramente ajudar a vida das pessoas e, agora, temos sentido uma procura cada vez maior por nossos kits de gastronomia. Por isso, também estamos aproveitando o momento para expandir nossa operação com ainda mais soluções que seguem o mesmo propósito de contribuir para uma alimentação balanceada por meio de uma experiência rápida, prática e, por que não, divertida”, analisa Daniella Mello, CEO e fundadora da Cheftime.

A aquisição de Cheftime pelo GPA, um dos maiores grupos varejistas do país, acelerou o crescimento da startup pioneira do segmento de foodtechs (startups que aplicam tecnologia à maneira de produzir, vender ou servir alimentos) e ampliou a sua oferta de soluções gastronômicas. Em 2019, a produção da Cheftime cresceu mais de 13 vezes e a venda de kits já ultrapassou 200 mil unidades. A equipe, também, mais que dobrou para atender à demanda.

Inicialmente, os kits gastronômicos eram vendidos apenas por e-commerce pela startup por meio de programas de assinaturas ou a compra de kits individuais, mas, atualmente, os produtos já estão presentes em 200 lojas do Pão de Açúcar e Minuto Pão de Açúcar dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Ceará e Brasília. Após a parceria, a Cheftime já desenvolveu 100 novas receitas exclusivas. Ainda, a startup também ampliou sua oferta de soluções gastronômicas, em linha com os comportamentos de consumo identificados nas lojas e as necessidades do desenvolvimento de novas soluções. Com isso, passou a atuar nos pilares: ready to cook, que são os kits gastronômicos prontos para preparo; ready to eat, que são as refeições prontas para o consumo e ready to go, que são os alimentos pré-preparados para serem finalizados em casa, como pizzas e saladas.

Atualmente, a Cheftime conta com um time de desenvolvimento de produto, com chefs e nutricionistas da própria startup e também chefs convidados, que estudam e identificam, junto a tendências de mercado, as receitas mais aderentes para o público consumidor. A equipe também realiza diversos testes para checar a viabilidade técnica, comercial e de garantia de qualidade de cada receita, antes de aprovação final que garanta que os produtos chegarão da maneira como foram idealizados até as gôndolas.

Em abril deste ano, a startup acelerou e antecipou o lançamento do ‘Restaurante Cheftime’, projeto para o delivery de refeições prontas e produzidas a partir de dark kitchens (estabelecimentos de alimentação que oferecem exclusivamente a opção de delivery) em lojas do Pão de Açúcar. O objetivo foi oferecer novas opções de refeições prontas, saborosas e nutricionalmente equilibradas. O projeto atualmente já está em operação nas capitais de São Paulo e Rio de Janeiro, e também nas regiões metropolitanas paulista e carioca. Em junho, a startup lançou uma nova linha de produtos com kits rápidos composta por pratos previamente preparados, restando ao consumidor unir os itens de acordo com a receita e finalizá-la, levando de 10 a 15 minutos para obter uma refeição saborosa e de qualidade com facilidade.

Com a aquisição pelo GPA, a startup passou a fazer parte do portfólio de marcas exclusivas do Grupo, que já conta com marcas estabelecidas no mercado, como Qualitá e Taeq, por exemplo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.