• 28 de junho de 2022 00:12

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Minha Cadeira

Hemocentro reforça importância da doação de sangue

61brasilia

By61brasilia

fev 12, 2021
Advertisement

Hemocentro reforça importância da doação de sangue

Servidores da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância se organizam em ato solidário que vai ajudar pelo menos 28 pacientes internados

A secretária de Desenvolvimento Social e primeira-dama do DF, Mayara Noronha Rocha, participou, junto à equipe da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância, de um ato de solidariedade, doando sangue na Fundação Hemocentro de Brasília. Também integraram a ação sete doadores, totalizando 3,5 litros de sangue arrecadado. Com isso, será possível ajudar cerca de 28 pessoas.

“Todos temos os nossos deveres como cidadão e ser humano; portanto, se você tem condições de realizar a doação, faça, doe sangue, doe vida”, enfatizou Mayara. “Normalmente, no período de carnaval, há uma grande procura por transfusão de sangue. Por isso mobilizamos a equipe da Subchefia para doar esperança e vida em forma de sangue.”

“Se você tem condições de realizar a doação, faça, doe sangue, doe vida”Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

A subchefe de Políticas Sociais e Primeira Infância da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), Anucha Soares, reforça: “Queremos que esse ato sensibilize, mas, principalmente, que incentive a doação; doar é um gesto de amor”.

 

 

Estoque estratégico

O chefe da Divisão Técnica da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), Alexandre Nonino, que acompanhou a visita, ressaltou que a iniciativa dos servidores é muito bem-vinda, pois reforça a importância da doação de sangue. O Hemocentro opera com um estoque estratégico, podendo abastecer toda a rede pública do DF e hospitais conveniados por um período de dois a sete dias. O monitoramento para manter os níveis seguros é feito diariamente e está disponível no site da fundação.

“Especialmente antes de feriados prolongados, a diminuição no movimento de doadores nos hemocentros é visível”, pontua o gestor. “Como no fim de 2020 o fluxo de pessoas no Hemocentro de Brasília foi abaixo da média, nossos estoques neste início de 2021 ainda não alcançaram níveis adequados. Precisamos ter em mente que doar sangue é um ato de responsabilidade social, pois não há substituto para o sangue.”

“Precisamos ter em mente que doar sangue é um ato de responsabilidade social, pois não há substituto para o sangue”Alexandre Nonino, chefe da Divisão Técnica do Hemocentro

“O melhor presente que eu poderia ter é ajudar o próximo”, comentou Mayara Noronha Rocha, que comemora aniversário nesta sexta-feira. “Não basta falar da importância da doação de sangue; é preciso arregaçar as mangas e ter atitude. Doar sangue é salvar vidas.”

Com informações da Sedes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.