• 23 de maio de 2022 08:06

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Abertura de empresa fica mais fácil no Distrito Federal

61brasilia

By61brasilia

dez 21, 2021
Advertisement

Balcão Único na Junta Comercial simplifica processo

Abrir uma empresa fica mais fácil a partir desta terça-feira (21) no Distrito Federal, quando entra em “pleno funcionamento” o Balcão Único na Junta Comercial. Por meio deste instrumento, ‘qualquer cidadão pode abrir uma empresa de forma simplificada e automática, reduzindo o tempo e os custos para abrir um negócio”, conforme foi anunciado pelo Ministério da Economia.

De acordo com a pasta, o Balcão Único já funciona em cinco estados, além do DF: São Paulo, Pernambuco, Bahia, Pará e Rio Grande do Sul.

“Com o Balcão Único, tudo é realizado em um só local. O empreendedor efetua o registro do negócio e já obtém o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) para iniciar seu negócio, nos casos em que licenças e alvarás sejam dispensados e nos casos que permitem autodeclaração do usuário no cumprimento dos requisitos necessários para emissão automática do alvará”, detalhou, em nota, o ministério.

Formulário único

Os procedimentos são mais simples, se comparados aos processos burocráticos necessários para abertura de empresas, com os empreendedores tendo de entrar no portal da Junta Comercial e em diversas plataformas do governo federal e dos municípios para fazer o registro e dar início ao funcionamento do próprio negócio.

Segundo o Ministério da Economia, o Balcão Único integra os dados entre órgãos de cada esfera do governo. “A coleta de todos os dados necessários para a abertura e funcionamento de uma empresa é feita através de formulário eletrônico único, pela internet. Assim, não é preciso que o cidadão faça deslocamentos ou enfrente filas, pois é tudo on-line, com agilidade e sem burocracia”.

A nova tecnologia abrange nove juntas comerciais que integram o projeto Empreendedor Digital: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rio Grande do Sul.

Desburocratização

Ao anunciar a intenção de implementar o Balcão Único no DF, no início de novembro, o secretário-geral da Junta Comercial, Industrial e de Serviços do Distrito Federal (Jucis-DF), Maxmiliam Patriota, disse que, com a desburocratização proporcionada pelo novo sistema, os empresários poderão iniciar as atividades de forma automática, “aumentando as chances de ser competitivo, de gerar renda e oportunidades. A rapidez é essencial”.

Na época, a Jucis-DF informou que, com os procedimentos analógicos, o tempo médio de abertura de uma empresa era estimado entre 15 e 30 dias, e que, com a automatização dos procedimentos, os investimentos em sistemas digitais e a iminente chegada do Balcão Único, a estimativa era de que o mesmo processo passe a demorar entre uma e duas horas.

Para abrir uma empresa no DF, o interessado deve acessar os serviços da Junta Comercial da capital federal. O acesso ao serviço é possível por meio de uma conta gov.br.

da Agência Brasil – Brasília

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.