Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 28 de setembro de 2022 13:51

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Minha Cadeira

Austrália classifica coala como espécie em perigo

61brasilia

By61brasilia

fev 11, 2022
Advertisement

Austrália classifica coala como espécie em perigo

Iniciativa ajuda, mas políticas precisam melhorar, dizem ativistas

O coala (Phascolarctos cinereus) foi colocado na lista de animais em perigo de extinção depois de o governo australiano ter negligenciado fazer um plano para protegê-lo nos últimos nove anos. O número de coalas têm diminuído em alto ritmo, especialmente por desmatamento e incêndios que devastam o habitat natural do animal.

Sussan Ley, ministra australiana do Ambiente, aceitou a recomendação do comité de espécies ameaçadas, de que as populações de coalas de Queensland, Nova Gales do Sul e o território da capital da Austrália deveriam ser catalogadas de forma diferente.

A inclusão na listagem de espécies ameaçadas mostra que a luta contra a redução do número de coalas é urgente. A espécie é considerada vulnerável desde 2012.

A medida aconteceu após o Governo australiano ter anunciado que vai investir para ajudar a espécie.

A ministra do Meio Ambiente anunciou também que o Governo está prestes a criar um plano nacional para recuperar as populações de coalas. “Hoje vamos aumentar a proteção para coalas em Nova Gales do Sul, ACT e Queensland, colocando-os na lista de espécies ameaçadas ao invés da listagem como vulnerável”, declarou.

“O impacto prolongado da seca, seguido de incêndios florestais, impactos cumulativos de doenças, urbanização e perda de habitat nos últimos 20 anos levaram a esta decisão”, continuou Sussan Ley.

Grupos ambientalistas há muito pedem a catalogação de conservação para os coalas na Austrália. “O coala passou de não ser listado para agora ser declarado como espécie em perigo na costa leste da Austrália na próxima década”, disse Dermot O’Gorman, da WWF-Australia.

“O declínio na população é chocante para um dos animais mais icónicos do planeta. A decisão de listá-lo como espécie em perigo é sombria, mas muito importante por parte da ministra Ley. Ainda há tempo para salvar esta espécie icónica a nível global se a listagem for um ponto de virada para a conservação. Precisamos de leis mais fortes e incentivos aos proprietários de terras para proteger as florestas perto das suas casas”.

Quando é adotado um plano nacional de recuperação, ministros australianos têm a obrigação de tomar decisões que não são contrárias à iniciativa. No entanto, os governos não são obrigados a implementá-lo.

O coala está sob pressão devido a várias ameaças, que vão desde a urbanização que tira espaço e habitat até às alterações climáticas, que têm levado a um nível de calor maior e a incêndios violentos.

Em 2020, um inquérito parlamentar em Nova Gales do Sul concluiu que a espécie estaria extinta no estado por volta de 2050, a menos que fossem tomadas medidas urgentes por parte do governo para proteger a população de coalas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.