Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 5 de dezembro de 2022 11:43

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Espanha projeta arte no Museu Nacional

61brasilia

By61brasilia

mar 9, 2022
Advertisement

Espanha projeta arte no Museu Nacional

Ação, que reforça atividades do ano Brasília Capital Ibero-americana das Culturas 2022 (CIC 2022), celebra também o Dia da Mulher

“O ano de 2022 será totalmente ocupado por essas interações de linguagens, revelando nossas semelhanças e diferenciações. Entre uma e outra, aprenderemos juntos a construir nossas identidades por meio dessa força que é a cultura” – Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa

O ano de 2022 é de estreitamento de laços e de trocas de saberes entre a capital brasileira e os países ibero-americanos. Enquanto a exposição Maravilhas do México abre oficialmente o ano Brasília Capital Ibero-americana das Culturas 2022 (CIC 2022), na Galeria Fayga Ostrower, a cúpula do Museu Nacional da República virou tela para a Embaixada da Espanha saudar o feminino com a projeção Cidade das Mulheres.

Foram projetadas pinturas de seis artistas brasileiras e espanholas selecionadas para representar as mulheres do mundo em suas mais diversas áreas de atuação (Luna Bastos, Michelle Cunha, Heloísa Hariadne, Marina Capdevila, Lula Goce e Virgínia Bersabé). Em comum, essas artistas atuam de forma ativa para incentivar e compartilhar com outras mulheres a arte de rua.

Transformada em tela de projeção, a cúpula do Museu Nacional da República exibe a projeção Cidade das Mulheres, uma saudação da Embaixada da Espanha em homenagem ao feminino | Fotos: Divulgação/Secec-DF

“O ano de 2022 será totalmente ocupado por essas interações de linguagens, revelando nossas semelhanças e diferenciações. Entre uma e outra, aprenderemos juntos a construir nossas identidades por meio dessa força que é a cultura”, destaca o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

“Iniciativas como essas de promover países na capital são muito válidas, pois aumenta a visibilidade de Brasília perante o mundo e ao Brasil. Brasília é uma cidade miscigenada de várias culturas” – Geórgios Kallimeris, empresário

Encarregado de Negócios da Embaixada da Espanha, Alvaro Diaz Duque celebra a ação que dá visibilidade e destaque ao trabalho dessas artistas, ao mesmo tempo em que aproxima os laços Brasil-Espanha.

Chefe do Escritório de Assuntos Internacionais do GDF, Renata Zuquim, integrante do comitê curatorial que rege as ações do projeto Brasília Capital Ibero-americano das Culturas, considera que essas trocas de ações culturais fortalecem a vocação internacional de Brasília.

“Hoje, Brasília sedia mais de 130 representações diplomáticas e diversos organismos internacionais. Podemos dizer que Brasília, por si só, é uma cidade internacional”, destacou.

Filho de imigrantes gregos, o empresário Geórgios Kallimeris se diz encantado ao lembrar-se de vários lugares do mundo quando se depara com as projeções refletidas na cúpula externa do museu.

Obras de seis artistas brasileiras e espanholas – Luna Bastos, Michelle Cunha, Heloísa Hariadne, Marina Capdevila, Lula Goce e Virgínia Bersabé – representam as mulheres do mundo em suas mais diversas áreas de atuação

“Iniciativas como essas de promover países na capital são muito válidas, pois aumenta a visibilidade de Brasília perante o mundo e ao Brasil. Brasília é uma cidade miscigenada de várias culturas”, opinou.

Em 2022, Brasília ostentará o título de Capital Ibero-americana da Cultura, oferecido pela União das Cidades Capitais Ibero-americanas (UCCI), outra rede de cidades à qual a capital é filiada. A Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) lançou a candidatura da cidade em 2019 e, desde então, vem trabalhando em coordenação com o Governo do Distrito Federal (GDF) para promover políticas públicas e eventos que fortaleçam nossa identidade ibero-americana.

A partir da criação de um comitê curatorial formado por órgãos do GDF, serão adotadas estratégias e cronograma oficial de ações a serem realizadas em 2022, de modo que Brasília possa representar com excelência o papel de Capital Ibero-america da Cultura neste ano.

Exposição Maravilhas do México

A mostra Maravilhas do México reabriu a Galeria Fayga Ostrower, no Eixo-Cultural Ibero-americano (antigo Complexo Funarte Brasília), que vai sediar parte das ações realizadas pela Secec. O espaço vai abrigar, por exemplo, as oficinas da Escola de Carnaval, na qual todas as atividades de criação vão orbitar em torno do título Brasília Capital Ibero-americano das Culturas.

*Com informações Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.