Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 28 de setembro de 2022 06:25

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Bio Mundo

 Kafta vegetal na Anufood 2022

61brasilia

By61brasilia

abr 13, 2022
Advertisement

 Kafta vegetal na Anufood 2022

Kafta Amazonika, novo produto feito de plantas, promete movimentar a Anufood 2022. Desenvolvida pela parceria da Embrapa com a Sottile Alimentos, conhecida pela marca Amazonika Mundi, a kafta tem características similares à análoga de origem animal. O produto foi desenvolvido por meio de um contrato de cooperação técnica e financeira entre as empresas, o que permitiu que os resultados do projeto fossem diretamente aos mercados, possibilitando à sociedade o acesso a essa inovação na área da alimentação.

A kafta vegetal faz parte de um grupo de alimentos conhecidos como plant-based, com aparência, textura e sabor que se assemelham aos feitos com proteína animal. São produtos que visam suprir a memória afetiva de quem está reduzindo o consumo de proteína animal, mas atendem também aos consumidores vegetarianos e veganos. Segundo o The Good Food Institute (GFI), o setor de proteínas alternativas recebeu investimento recorde de US$ 5 bilhões em 2021, 60% a mais que em 2020.

Um dos ingredientes da nova kafta vegetal é a fibra de caju, um coproduto obtido no processamento do suco, tratada de modo a ficar com características neutras de sabor e odor. Seu uso atende a duas tendências do mercado: a sustentabilidade por ajudar na utilização integral do fruto e diminuir os resíduos na indústria, e a saudabilidade por acrescentar, a um produto análogo à carne, um ingrediente que não está presente em sua composição e que contribui para a saúde gastrointestinal.

Além disso, são utilizados, também, ingredientes provenientes da Amazônia, como o cogumelo Yanomami desidratado, a farinha de babaçu e a pimenta indígena assîsî. O uso desses ingredientes, produzidos por pequenos produtores da região Norte do Brasil, impacta positivamente famílias indígenas da Amazônia.

Mas a grande questão é: a Kafta Amazonika é boa? Bem, se você pretende reduzir o consumo de produtos de origem animal, mas sente falta de seus sabores, provavelmente vai gostar. Se você é vegetariano ou vegano e guarda uma memória afetiva de alguns produtos de origem animal, provavelmente também vai gostar. Nosso conselho: prove sem preconceitos, você vai se surpreender.

Por: Janice Ribeiro Lima (pesquisadora da Embrapa Agroindústria de Alimentos, Rio de Janeiro) e André de Souza Dutra (chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agroindústria de Alimentos)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.