Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 4 de dezembro de 2022 08:15

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Projeto Movimento na Cidade incentiva a prática de exercícios físicos

61brasilia

By61brasilia

maio 4, 2022
Advertisement

Projeto Movimento na Cidade incentiva a prática de exercícios físicos

Idealizado pelo Núcleo Ampliado de Saúde da Família, primeira atividade ocorreu no ponto de encontro comunitário da 713 Sul

O objetivo é estimular a população a praticar exercícios físicos nos equipamentos públicos disponíveis, além de promover maior socialização e criação de vínculos entre os moradores da região

A Secretaria de Saúde atua não somente no tratamento de doenças, mas também na prevenção. Com esse foco, há vários projetos que incentivam a promoção da saúde e a melhoria da qualidade de vida, estimulando a prática de exercícios físicos e a inserção de hábitos saudáveis no dia a dia, entre os quais o Projeto Movimento na Cidade.

Idealizado pelo Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf) da UBS 1 da Asa Sul, a primeira atividade do Movimento na Cidade foi promovida nessa segunda-feira (2), no ponto de encontro comunitário (PEC) da 713 Sul. A iniciativa tem como objetivo estimular a população a praticar exercícios físicos nos equipamentos públicos disponíveis, além de promover maior socialização e criação de vínculos entre os moradores da região.

“Queremos orientar para que todos saibam utilizar corretamente os aparelhos e incentivar para que saiam de casa, pois momentos assim são muito importantes, principalmente para os idosos, que geralmente ficam muito tempo sozinhos”, explica o educador físico Thiago Diniz, um dos idealizadores do projeto.

Durante a ação, o profissional explicou como é a forma correta de se exercitar em cada aparelho, para evitar lesões ou dores posteriores causadas pela má execução dos exercícios. O tempo médio gasto para cada série em todos os aparelhos é de 20 minutos, e Diniz orienta a execução de duas a três séries, totalizando 40 ou 60 minutos.

A aposentada Maria Barros, 69 anos, sofre com problemas articulares e acredita que a prática de atividade física vai aliviar as dores. “Gostei muito dessa iniciativa dos servidores da UBS 1 da Asa Sul, porque foram na minha casa me avisar e agora estão aqui orientando todo mundo”, conta.

Morador da quadra há mais de 50 anos, Everaldo Campos, 86 anos, parou de frequentar o ponto de encontro comunitário somente por causa da pandemia da covid-19. No entanto, após as orientações do educador físico, descobriu que fazia de maneira incorreta. “Aprendi bastante com as orientações de hoje, e isso é sempre importante. Muitas vezes, a gente faz errado por questão de detalhe e pode prejudicar ao invés de ajudar”, comenta.

Everaldo Campos, 86 anos, recebeu orientações do educador físico sobre como fazer os exercícios adequadamente

Neusa Neves, 75 anos, mantém hábitos saudáveis e é frequentadora assídua do PEC, que fica praticamente em frente à sua casa. Hoje, esbanja saúde e não toma nenhum tipo de medicação de uso contínuo. “O exercício aqui é bom. Além de ser ao ar livre, com a orientação adequada do profissional, conseguimos socializar e deixar o ambiente descontraído com a vizinhança.”

Enquanto os moradores se exercitavam, dois agentes comunitários de saúde faziam o cadastro ou atualização dos dados dos moradores da quadra.

 

 

 

*Com informações da Secretaria de Saúde

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.