Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 4 de dezembro de 2022 02:48

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Ação Social sempre

61brasilia

By61brasilia

maio 7, 2022
Advertisement

Ação Social sempre

Pré-candidato pelo PSD, Virgílio Neto é advogado, cristão, e preside o Instituto Vida Nova, que desde 1992 entrega alimentos, roupas, doaçōes e cursos de capacitação em regiões mais carentes do Distrito Federal.

Com o slogan de Gente Ajudando Gente, ele iniciou a ação social por conta do adoecimento do filho Thiago (ele é pai mais três filhos), quando fez uma promessa de que se o filho saísse do coma, ele atuaria no social. Nunca mais parou e hoje Thiago o ajuda no projeto, entregando mais de uma tonelada de alimentos diariamente em todo o DF e entorno. “Na pandemia, foram mais de 100 mil atendimentos”, conta.

Protegidos
Virgílio conta que mesmo na pandemia, o Instituto não ficou fechado um dia sequer. E que, com a graça de Deus, ninguém da equipe pegou COVID durante esse tempo.

Nascido em Teresina (PI), Virgílio chegou a Brasília em 1982 e aqui fez uma bela trajetória profissional. Trabalhou como balconista em uma papelaria na Asa Norte e depois de dois anos trabalhando duro e aprendendo o máximo que pôde, abriu o seu próprio negócio. E de lá para cá foram inúmeros projetos e conquistas.

Capacitação, emprego e renda
Essa visão empreendedora, aliada à ação social, lhe trazem um olhar muito clínico em relação aos desafios da capital: “A gente precisa gerar empregos. O emprego é o ponto principal. A gente capacita jovens lá na ponta e eles não encontram vagas no mercado de trabalho. E voltam frustrados”. Para ele, já que Brasília não tem potencial de crescimento industrial, uma alternativa é o investimento em polos verticais de inteligência e digital.

Quinta campanha
É a segunda vez que Virgílio Neto concorre para a vaga de Deputado Federal e já concorreu outras três vezes para Distrital. Para ele, com as mudanças nas eleições, o clima da disputa fica um pouco diferente, já que os candidatos do mesmo partido, ao mesmo tempo que apoiam e precisam uns dos outros, competem entre si.

E diante do polarizado cenário nacional, avalia que a melhor saída é focar em si e na própria proposta, deixando as manifestações explícitas de apoio para a campanha presidencial para um eventual segundo turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.