Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 4 de dezembro de 2022 02:33

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Painéis de grafite em pontos das asas Sul e Norte, Samambaia e Planaltina

61brasilia

By61brasilia

out 13, 2022
Advertisement

Painéis de grafite em pontos das asas Sul e Norte, Samambaia e Planaltina

Os temas escolhidos pelos artistas vão desde símbolos das cidades retratadas a uma homenagem à bandeira LGBT

Catarina Lima, da Agência Brasília | Edição: Renata Lu

Apreciadores de grafite podem aproveitar os momentos de folga para conhecer painéis espalhados por diversos pontos do Distrito Federal. As obras estão nas asas Sul e Norte – marcando presença  na Galeria dos Estados e no lugar conhecido como Beco do Rato, no Setor Comercial Sul – e nos complexos culturais de Samambaia e Planaltina.

Na W3 Norte, foram grafitados neste ano 28 pontos de ônibus, sendo que cada um ficou a cargo de um artista | Foto: Hugo Lira/Secec

A pintura das paradas de ônibus da W3 Sul ocorreu entre os meses de novembro e dezembro do ano passado. Durante dois finais de semana, 27 grafiteiros escolheram os temas e espalharam arte por 27 pontos ao longo da avenida mais antiga e famosa de Brasília.

Na W3 Norte, foram grafitados neste ano 28 pontos de ônibus, sendo que cada um ficou a cargo de um artista. Os temas usados, de livre escolha por parte dos grafiteiros, tratam desde a retratação de animais e plantas típicas do cerrado até pinturas abstratas.

O viaduto sobre a Galeria dos Estados transformou-se em uma tela de 230 m², onde foi pintado o arco-íris, símbolo da bandeira LGBT. São cerca de 120 faixas de um colorido intenso, dando a mensagem de respeito à diversidade. O local também pode ser um excelente cenário para se fazer uma bela imagem da capital.

Já no Beco do Rato, que fica no Setor Comercial Sul, o tema era livre, e o coletivo de grafiteiros teve um final de semana para transformar as paredes do espaço.

Complexos culturais

Em Samambaia, a arte transformou um muro de 150 m² no complexo cultural da cidade. A ideia dos artistas é que o painel aproxime o complexo da região administrativa. O projeto, executado por cinco grafiteiros, homenageia a cultura e a diversidade existentes na cidade, destacando os trabalhos de Samambaia nas áreas de cinema, artes visuais e música. A obra também vai homenagear as crianças, em uma referência ao futuro e às próximas gerações. Por último, como não poderia faltar, faz parte do painel uma bela samambaia, planta de que deu nome à cidade.

No Complexo Cultural de Planaltina, o grafite foi feito por 15 artistas. O tema escolhido foi “Planaltina: Patrimônio, Cultura e Identidade de uma Cidade Centenária”. Cada grafiteiro ficou responsável pela pintura de 18,4 m², com painéis de 8 metros de altura x 2,3 de largura. A ação teve por objetivo homenagear os 161 anos da região administrativa mais antiga do DF.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.