Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 4 de dezembro de 2022 02:16

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Documentário sobre Cafi, fotógrafo do Clube da Esquina, ganha prêmio internacional em Los Angeles

61brasilia

By61brasilia

nov 19, 2022
Advertisement

Documentário sobre Cafi, fotógrafo do Clube da Esquina, ganha prêmio internacional em Los Angeles

Dirigido pelos cineastas pernambucanos Lírio Ferreira e Natara Ney, o filme “Cafi” (2021) ganhou o prêmio de melhor documentário no Los Angeles Brazilian Film Festival, um dos principais festivais de cinema brasileiro fora do Brasil, realizado entre os dias 5 e 9 de novembro. O documentário da Luni Produções divide o prêmio com “A Música Natureza de Léa Freire”, de Lucas Weglinski.

“Cafi” conta a história de Carlos da Silva Assunção Filho, o Cafi, que é o autor da famosa foto de capa do disco do Clube da Esquina, entre outros registros que eternizaram em imagens os encontros de Milton Nascimento com os irmãos Borges. Nascido no Recife, em Pernambuco, Cafi mudou-se para o Rio de Janeiro aos 15 anos e fez sua carreira como fotógrafo na cidade, mas sempre antenado com movimentos culturais de todo o país.

“A minha paixão por documentários surge do desejo de registrar histórias, para que não se percam, para aprender com elas. Cafi é um fotógrafo pernambucano, através das suas fotos conheci algumas realezas dos Maracatus Pernambucanos, nos registros dele estão uma parte importante da cultura musical brasileira. Ser premiada em um festival deste porte é lembrar para todas as cineastas negras que merecemos estar em todos os lugares”, destaca Natara Ney, que integra a Kilomba Produções, juntamente com Erika Candido e Natara Ney.

Entre as décadas de 70 e 90, Cafi realizou mais de 260 capas de disco. Dentre as capas: Clube da Esquina (1 e 2); Geraes, Minas, Milagre dos Peixes, entre outras (Milton Nascimento); Vai Passar e Cio da Terra (Chico Buarque); Vento Bravo (Edu Lobo); Beto Guedes; Geraldo Azevedo; Nana Caymmi; Toninho Horta; Fagner; Sarah Vaughan; Francis Hime; Jards Macalé; Turíbio Santos; Cristina Buarque; Lô Borges; Blitz; Alceu Valença.

Ainda na década de 70, o fotógrafo pernambucano radicado no Rio de Janeiro fundou com Ronaldo Bastos (que seguiria para toda sua vida como amigo e parceiro profissional), o grupo de produção cultural “Nuvem Cigana”. E no “Circo Voador”, participou na edição do jornal Expresso Voador e co-fundou a galeria de artes do circo, a “Galera das Artes”.

O documentário “Cafi” ainda será exibido em festivais nacionais antes de entrar no circuito dos cinemas em 2023.

Cafi Digital

https://www.instagram.com/cafidigital/

https://www.cafidigital.com.br/

Saiba mais sobre a cineasta Natara Ney, da Kilomba Produções

A cineasta negra Natara Ney vive um ano repleto de realizações e prêmios. O documentário “Elza Infinita”, dirigido por Natara Ney e Erika Candido, da Kilomba Produções, foi premiado no New York Film Festivals, um dos principais prêmios de cinema do mundo. As cineastas ganharam a prata na categoria documentário biográfico com a produção que celebra a trajetória e o legado da cantora falecida em janeiro deste ano.

Em agosto, Natara Ney teve um roteiro agraciado pelo Prêmio Cabíria de Roteiro, segundo lugar com “Vedetes do Subúrbio”, concebido ao lado de Luisa Arraes e Janaina Fischer. Natara também assina a direção e o roteiro do documentário romântico “Espero que esta te encontre e que estejas bem”, que ganhou versão adaptada para o Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife. A cineasta ainda divide com Welington Dutra a montagem de “Pluft, o Fantasminha”, primeiro filme infantil brasileiro de live-action em 3D.

Confira a lista de vencedores do Los Angeles Brazilian Film Festival 2022:

Melhor Animação: “”Behind Your Walls”, de Jeb Hardwick

Melhor Edição: “Les Fantomes”, de Rébecca M’Boung

Melhor Narrativa: “Céu Aberto” de Mess Santos

Melhor Fotografia: “Lara”, César Rafael

Melhor Voice: Kolinga – “Les Fantômes”

Melhor Música: “Céu Aberto” de Mess Santos

Melhor Diretor: “Life Support” de Erika Chan

Melhor Music Video: “Black Coffee”, de Morgan Power

Confira os premiados do LABRFF 2022:

Menção Especial EUA: “Beyond”, Tiago Dadalt

Menção Especial EUA: Gui Agustini, pela direção do curta-metragem “The Encounter”

Menção Especial BRA: Elder Fraga, pela direção de “O Artista e a Força do Pensamento”

Menção Especial BRA: Isabel Zuaad, pela atuação em “O Novelo” e “A Viagem de Pedro”

Melhor Curta-Metragem EUA: “Waysland”, de Lyria Garcia

Melhor Roteiro: “O Novelo”

Melhor Fotografia: Pedro J. Marquez, “A Viagem de Pedro”

Melhor Trilha Sonora: Fabiano Kriger, Lucas Marcier e Pedro Guedes por “Eduardo e Monica”

Melhor Ator Coadjuvante: Everaldo Pontes, pelo filme “Sol”

Melhor atriz Coadjuvante: Juliana Carneiro da Cunha, pelo filme “Eduardo e Monica”

Melhor Ator: Rocco Pitanga, Nando Cunha, Sergio Menezes, Sidney Santiago-Kuanza e Rogerio Brito, pelo filme “O Novelo”

Melhor Atriz: Alice Braga, pelo filme “Eduardo e Monica”

Melhor Curta-metragem BRA: “O Pato”, de Antônio Galdino

Melhor Documentário: “A Música Natureza de Léa Freire”, de Lucas Weglinski, e “Cafi”, de Lírio Ferreria e Natara Ney

Melhor Filme: “Eduardo e Monica”, de René Sampaio e “A Viagem de Pedro”, de Laís Bodanzky

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.