Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by whitelisting our website.
  • 5 de dezembro de 2022 11:18

61 Brasilia

Portal de Notícias de Brasília

Fogos de artifício podem provocar parada cardiorrespiratória em pets, alerta especialista

61brasilia

By61brasilia

nov 20, 2022
Advertisement

Fogos de artifício podem provocar parada cardiorrespiratória em pets, alerta especialista

A médica veterinária explica que barulhos muito altos podem causar estresse físico e psicológico em cães e gatos

Com a chegada da Copa do Mundo e do fim de ano,  muitas pessoas insistem em comemorar com fogos de artifício. O problema é tão grave que já motivou a proibição desse tipo de celebração em vários estados durante o réveillon. E a medida não beneficia apenas os pets, mas também idosos, autistas e bebês. Em Brasília, nas últimas semanas, cerca de oito animais vieram a óbito por conta do barulho.

Os fogos de artifício agridem demais a audição canina. De acordo com a veterinária Joana Barros, da clínica Gaia Medicina Veterinária Integrativa, os animais têm ouvidos mais aguçados do que os dos humanos. Sendo assim, barulhos com mais de 60 decibéis equivalem a uma conversa em tom muito alto, podendo causar estresse físico e psicológico.

Joana alerta que esse tipo de barulho pode deixar os animais de estimação desorientados, levando a fugas perigosas. “Eles podem tentar quebrar vidros de janela, passar por portões e acabarem se cortando.”

Além disso, podem provocar problemas de saúde graves devido ao medo, levando, inclusive, ao óbito em poucos minutos. “Quando eles escutam a queima de fogos eles podem ficar com tanto medo que isso pode gerar uma parada cardiorrespiratória em decorrência do aumento dos batimentos cardíacos”, alerta a especialista da clínica Gaia Medicina Veterinária Integrativa.

Para ajudar a amenizar os impactos dos fogos, Joana indica o uso de alguns artifícios naturais. “Pode ser dado chá de camomila em uma diluição adequada, vai dando aos poucos durante o dia. Outra opção, é usar também homeopatia, aromaterapia e florais de bach. Isso tudo pode ser consultado com o veterinário que atende o seu animal”, aconselha a veterinária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.