20.5 C
Brasília
sexta-feira, abril 19, 2024

Colégio CIMAN vence 2 categorias do Prêmio Nacional de Gestão Sustentável

Date:

Share post:

Colégio CIMAN vence 2 categorias do Prêmio Nacional de Gestão Sustentável

O Colégio CIMAN foi premiado em duas categorias do Prêmio Nacional de Gestão Sustentável – PNGE, nesta quarta-feira (21), em São Paulo. A escola levou o 1º lugar na categoria Gestão Administrativa e de Comunicação, com o projeto “Placas fotovoltaicas: a escola como modelo de sociedade sustentável”, e ficou com o 3º lugar na categoria Responsabilidade Social, com “Projeto Vive: o protagonismo dos estudantes em ações sociais no DF”.

Esses não são os primeiros prêmios ganhos pelo Colégio CIMAN. Ano passado, a instituição ficou com o 1º lugar na categoria Ação Social, do Prêmio Nacional de Gestão Educacional, com o trabalho “A solidariedade como ação educativa”. O projeto retrata a história da escola, sempre caracterizada pela formação completa do indivíduo com base nos bons valores humanos, e o apoio oferecido pela comunidade escolar, nos últimos anos, à Abrace, instituição de apoio a crianças portadoras de câncer e hemopatias e suas famílias. Desde a parceria formada entre as duas instituições, no ano 2000, o colégio passou a integrar, entre suas práticas sociais, um compromisso permanente com a Abrace, propiciando a doação de diversos recursos materiais, apoio físico e participação da comunidade escolar em ações realizadas pela ONG. Juntas, já levaram reflexão e ação a milhares de alunos que passaram pela escola e a suas famílias.

O Prêmio Nacional de Gestão Educacional reconhece ações inovadoras aplicadas por instituições de ensino e que tornam-se modelos eficazes de como se atingir a excelência, inspirando outras organizações a colaborarem com a evolução da educação. O PNGE se tornou a premiação mais importante para a gestão educacional brasileira, sendo consagrado como sinônimo da valorização de excelentes desempenhos. Desde 2008, já premiou mais de 110 cases de sucesso, reconhecendo os trabalhos de instituições de ensino básico e superior do norte ao sul do país.

Projetos premiados no PNGE 2018

1º lugar na categoria Gestão Administrativa e de Comunicação

O projeto “Placas fotovoltaicas: a escola como modelo de sociedade sustentável” atingiu diversos objetivos para o desenvolvimento do Colégio CIMAN e da sua comunidade. O primeiro deles é que o colégio tornou-se autossuficiente na produção de energia. Do ponto de vista pedagógico, a produção de energia limpa e renovável é um ganho de proporções imensuráveis para a comunidade escolar, pois educa pelo exemplo. Estudantes, professores e suas famílias estão, por meio dessa prática, aprendendo mais sobre a sustentabilidade do planeta, o fim do desperdício, a economia baseada nas boas práticas ambientais e o entendimento do mundo pela ótica da coletividade – em lugar do individualismo perpetuado em diversas formas de mídia. Tanto que muitas aulas em diversas disciplinas (como geografia, matemática, física, ciências e ética e cidadania) são ministradas tendo como pano de fundo um telão instalado no hall principal da escola, com atualização automática, para que a comunidade acompanhe a quantidade de energia produzida e a quantidade de CO2 economizada pela escola, entre outros sinalizadores de benefícios ecológicos, como resultado do desempenho da captação de energia solar. Alunos, professores, famílias, educadores e demais colaboradores tornaram-se multiplicadores dessa ideia.

3º lugar na categoria Responsabilidade Social

“Projeto Vive: o protagonismo dos estudantes em ações sociais no DF” alia a reflexão à atuação social. O principal objetivo é permitir que os estudantes possam “colocar a mão na massa”, participando, porém, de uma reflexão acadêmica capaz de mudar atitudes. Quando os alunos conhecem uma realidade diferente daquela em que estão inseridos, refletem sobre como são capazes de realizar mudanças, ainda que pequenas. A ação de cidadania é gerada construindo-se reflexos para toda a vida. Assim, o CIMAN promove esse projeto com foco na construção de cidadãos conscientes do seu papel como agentes transformadores socialmente.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

publicidade

Related articles

Grupo Fujioka comemora 60 anos de uma história entrelaçada com a nossa capital

Oferecendo serviços de fotografia, a marca chegou a Brasília em 1979. O estúdio se tornou um ponto de...

Faces de um velho punk

É, de certa forma, um caleidoscópio de memórias calhordas, embora a memória de Gilberto esteja indo pras cucuias. Mas...

*LIDE BRASÍLIA RECEBE DIRETOR-PRESIDENTE DA NEOENERGIA BRASÍLIA E CEO DA EMPRESA NO PAÍS*

O diretor-presidente da Neoenergia Brasília, Frederico Candian, anunciou investimentos da ordem de R$ 1,4 bilhão até 2028 na...

Tai Chi em Brasília: Cinco Décadas de Saúde e Harmonia com o Mestre Moo Shong Woo

Desde 1974, o legado do Grão Mestre transforma vidas e fortalece a comunidade com práticas de bem-estar e...