18.5 C
Brasília
terça-feira, maio 21, 2024

Literatura digital é oportunidade para crianças e famílias durante as férias escolares

Date:

Share post:

Livros digitais oferecem recursos sonoros, animados e interativos, o que pode tornar a prática de leitura mais acessível
Em janeiro, as famílias buscam opções interessantes de recreação durante as férias escolares, aproveitando o período em que podem ficar juntos por mais tempo. Brincadeiras, atividades lúdicas e educativas são boas alternativas.

Considerando que os  aparelhos eletrônicos e a internet estão entre as preferências desta geração, e que oferecem uma variedade de opções de entretenimento, esta pode ser uma oportunidade de, com a mediação de adultos, explorar ferramentas potentes para o desenvolvimento infantil. 

Entre as oportunidades que a tecnologia proporciona para as crianças está a literatura infantil digital. Diferente da tiragem impressa ou do e-book (que tem as mesmas características que um livro convencional), os formatos digitais oferecem recursos interativos por meio do texto, efeitos sonoros, animações e gestos do leitor, possibilitando uma experiência literária que compreende os sentidos da visão, da escuta, da fala, além de aguçar a criatividade e a coordenação motora. 

“A leitura digital é o ponto de encontro entre a literatura e a tecnologia, apresentando múltiplas oportunidades de tornar a prática mais agradável, divertida e interativa, em uma vivência que envolve a visão, a escuta, a fala, a criatividade, a coordenação motora, entre outros. É um formato que amplia a relação da criança com o texto, agregando recursos sonoros, animações, um acervo de possibilidades de gêneros, narrativos ou não”, explica a doutora em Educação e Literatura Infantil pela Universidade de Cambridge (Inglaterra), Aline Frederico, uma das professoras do curso  “Mediação de literatura infantil digital” do Polo, ambiente de formação do Itaú Social.

Importante destacar que, segundo as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde), não é recomendável o uso de telas por crianças com menos de dois anos e, até os quatro anos, o uso máximo deve ser de 60 minutos por dia.

O crescimento do interesse nos livros digitais permitiu o aumento da oferta de aplicativos e plataformas de leitura, como a Estante Digital, do “Leia com uma criança”, que disponibiliza gratuitamente 14 títulos infantis. 

A plataforma também oferece a inteligência virtual “Léia”, um serviço gratuito, disponível para smartphones (iOS e Android) e dispositivos Alexa e Google Assistente, que faz a leitura dos livros disponíveis em seu acervo.
A tecnologia pode ser ativada por comando de voz, basta dizer “Ok Google, falar com Leia para uma Criança” ou “Alexa, abrir Leia para uma Criança”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

publicidade

Related articles

“Tem Samba na Feira” leva música e cultura à Feira Permanente do Gama

O sambista Sandrinho, do grupo Amor Maior, abre a programação gratuita Que tal curtir um domingo de música boa...

Brasília sedia 1ª encontro de arte, educação e natureza na primeira infância

Entre os dias 4 a 9 de junho, acontece o "1º Encontro Cunhatã Cerratense Arte, Educação e Natureza...

“Fim: O Último Espetáculo”

"Fim" é um monólogo intenso que nos leva ao turbilhão mental e emocional de um protagonista que está...

Sugar Daddies super exclusivos? Saiba mais

O aplicativo de namoro MySugarDaddy revela que no Brasil, existem mais de 140.000 Sugar Daddies Sugar Babies. A...