27.5 C
Brasília
sábado, abril 13, 2024

Música coreana é atração em show na Caixa Cultural

Date:

Share post:

Show acontece nesta quarta (15) às 20h

A relação entre Coreia do Sul e Brasil tem sido forte no aspecto comercial. São muitas as empresas coreanas no país, sobretudo de automóveis e eletrônicos. No ponto de vista cultural, contudo, raras são as oportunidades de o público brasileiro ter contato com artistas coreanos, em razão da distância física entre os países. Por isso, uma apresentação solo de gayageum, espécie de harpa tradicional da cultura coreana, é algo raro. A Caixa Cultural será palco deste momento quase único na programação musical de Brasília, com a apresentação da compositora Kyungso Park, dia 15 de agosto, às 20h, dentro do projeto Solo Música.

Kyungso Park por Nah Seongryul

“Será uma apresentação que traduz bem a diversidade cultural da Série Solo Música e o patamar que ela alcançou nos seus dez anos”, comemora Alvaro Collaço, produtor e curador do projeto. “Ela é incrível e através de suas composições trata o gayageum como um instrumento contemporâneo, com linguagem aproximada do jazz, onde sobressai a delicadeza da música oriental. Será este mais um belo e inesquecível show na Série Solo Música”, enfatiza Collaço. Esta não será a primeira vez que Kyungso vem ao país. Ela esteve em São Paulo no projeto que gerou o CD “Coreia-Brasil Project”, realizado pelo pianista Benjamin Taubkin, e na edição de 2015 do Festival de Arte Serrinha.

Renovadora do gayageum – Kyungso Park é compositora, virtuose renovadora da longa tradição do gayageum, instrumento milenar da cultura coreana e também conhecido como kayagum. Iniciou-se em música ao piano, com três anos de idade. Só aos 16 anos  passou a tocar o gayageum, aprendendo a música popular e tradicional coreana (pungnyu e sanjo). É doutora em Música pela Universidade Nacional de Artes da Coreia do Sul e Universidade Nacional de Seul, e detentora do prêmio “Soorim Culture Award”, em 2014.

Desde sua estreia como solista em 2008, sua música atravessa livremente as fronteiras entre música tradicional e contemporânea. Em 2004, formou o Aura – trio de gayageum especializado em repertório contemporâneo. Em 2005, passa a integrar o conjunto de jazz fusion The Oriental Express, com o qual gravou seis CDS. Em “CosmoBreeze”, seu primeiro EP solo lançado em 2008, tentou misturar gayageum com a música house, o que teve um forte impacto nos músicos da música tradicional sul-coreana. Seu status de solista e compositora foi consolidado  com o lançamento de “This Is Not Gayageum” (Dung-tta, 2012).                Ela se apresenta nos principais teatros e festivais da Coreia do Sul. Fez turnês pela Alemanha, Argentina, Áustria, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Irlanda, Inglaterra, Itália e Noruega. Foi artista residente nos eventos Air-Krems (Áustria, 2011), OneBeat Fellow (Estados Unidos, 2012), Festival da Serrinha (São Paulo, 2015) e no GCC (Coreia do Sul, 2014-2016). Dividiu palco com artistas de diferentes países como o saxofonista inglês Andy Sheppard, os norte-americanos Blitz the Ambassador e Dafnis Prieto, a coreana Kim Chaek, os austríacos Michael Bruckner e Rebnal Deppe e os brasileiros Benjamin Taubkin, Carlos Malta, Jaques Morelembaum e Marcos Suzano.

Incentivo à cultura

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A Caixa Cultural Brasília, inaugurada em 1980, foi o primeiro espaço cultural instituído pela CAIXA. Localizada na região central de Brasília, perto da estação Galeria do metrô e da rodoviária do Plano Piloto, possui cinco galerias, teatro, sala multimídia e Jardim das Esculturas. Em 2018, está prevista a realização de 60 projetos e o retorno do Programa Educativo CAIXA Gente Arteira.

Serviço:

Solo Música com Kyungso Park

Local: CAIXA Cultural Brasília (SBS quadra 4, lotes 3/4 – Edifício anexo à Matriz da Caixa)

Data: 15 de agosto, quarta-feira

Horário: 20h

Informações: (61) 3206-6456

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA e pessoas acima de 60 anos)

Bilheteria: Aberta às 12 do dia 11 de agosto (sábado)

Duração: 80 minutos

Classificação: livre

Capacidade: 406 lugares

Acesso para pessoas com deficiência (se for o caso)

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

publicidade

Related articles

Dia D de Vacinação no DF: Mais de 90 Pontos Disponíveis neste Sábado

Neste sábado, 13 de abril, mais de 90 pontos de vacinação estarão disponíveis no Distrito Federal, marcando o...

Brasília recebe parque temático DC Superpets para animais de estimação

Quem adora pets vai se encantar com um parque temático, a novidade é o Parque DC Superpets, situado...

Senadora Mara Gabrilli expressa preocupações sobre Consulta Pública da Anvisa relativa a bulas digitais de medicamentos

Entre elas, estão o possível enfraquecimento do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos e os prejuízos à população...

Novas leis penais: Mudanças na progressão de regime e uso da tornozeleira eletrônica

Presidente Lula sanciona legislação que impacta o sistema carcerário brasileiro Na quinta-feira (11), o presidente Luiz Inácio Lula da...